08/02/2019 — Texto: Q Notícia | Fotos: Divulgação

“Conexão Gráfica” traz obras de Amilcar de Castro, Rubens Ianelli, Renina Katz e Takashi Fukushima, com manifestações dos movimentos expressionista, abstracionista e figurativista

A partir de 9 de fevereiro, o Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (MACS) receberá a exposição itinerante “Conexão Gráfica”, com 21 obras assinadas por expoentes brasileiros das artes plásticas, como Amilcar de Castro, Rubens Ianelli, Renina Katz e Takashi Fukushima, todas pertencentes ao acervo do Museu de Arte Contemporânea Itajahy Martins, de Botucatu (SP).

São gravuras, em telas de 88 por 88 cm, 73 por 93 cm e 71 por 91 cm, representativas de um conjunto composto por 432 obras sobre papel, reunido e doado ao museu botucatuense pelo Instituto Itaú Cultural. Os trabalhos trazem manifestações dos movimentos expressionista, abstracionista e figurativista.

A mostra percorrerá duas instituições parceiras no decorrer de 2019: o MACS e a Casa Ponce Paz/Pinacoteca Municipal, de Bauru, sendo que a Galeria Fórum das Artes/Pinacoteca de Botucatu também faz parte dessa programação. O projeto conta com o incentivo do Proac Editais, modalidade do programa de incentivo à cultura do Governo do Estado de São Paulo.

A exposição, que será aberta no dia 9 de fevereiro, contará com conversa e visita guiada por equipe da Pinacoteca de Botucatu, terá entrada gratuita e permanecerá aberta ao público até o dia 06 de abril, com horário de visitação de terça a sexta, das 10h às 17h. Agendamentos de grupos e alunos de escolas estaduais, municipais e particulares podem ser feitos pelo e-mail: [email protected].

O MACS fica localizado na Av. Dr. Afonso Vergueiro, 280, no Centro, ao lado da antiga Estação Ferroviária de Sorocaba.