18/10/2017 — Texto: Mão Dupla Comunicação | Fotos: Divulgação

Cada vez mais, as famílias solicitam no projeto arquitetônico que a área gourmet exerça também função de cozinha. Comportamento que está muito em alta e transformando a composição dos lares, principalmente apartamentos.

Praticidade, liberdade de interação, despojamento… São vários motivos que estão levando as famílias brasileiras a optarem por áreas gourmets que também exerçam a função de cozinha. E, com um profissional guiando o projeto, opções não faltam para que esse “novo” espaço seja agradável e agregue mais qualidade de vida às pessoas.

Para a arquiteta Nina Abadjieff, essa tendência surge da necessidade de aproveitar melhor os espaços, mais reduzidos. “Os ambientes estão cada dia menores, então, as pessoas têm optado por levar a cozinha para a área gourmet, transformando-a no coração da casa”, destaca.

Da necessidade a um estilo de vida. A arquiteta Carmen Calixto acredita que essa nova disposição da área gourmet está ligada a uma mudança de comportamento. “Cozinhar virou um hobby. Quem tem esse hobby não quer ficar isolado em uma cozinha tradicional, quer estar em contato com os familiares e amigos enquanto prepara os alimentos”, salienta.

Para exercer a função de área gourmet e de cozinha, há alguns pontos que precisam de atenção, Nina enumera: “Aconchego e praticidade tem que nortear todo o projeto. O morador tem que ter tudo à mão sempre que precisar, assim como teria dentro de uma cozinha convencional”.

Quem mora em apartamento sem área privativa também pode usufruir dessa configuração. “Podemos integrar as cozinhas tradicionais às salas ou simplesmente deixá-las mais equipadas, com decoração mais sofisticada, para que imprima a sensação de espaço gourmet”, explica Carmen.

Para quem tem dúvidas se a área gourmet com função de cozinha é uma boa opção, as profissionais listam vantagens. “Utilizar um espaço maior para integrar ambientes é uma ótima solução para deixar o apartamento mais aconchegante e gostoso de morar”, conta Nina. Na sequência, Carmen completa: “Quando se tem um espaço gourmet, a cozinha tradicional acaba meio de lado, se tornando uma área pouco útil. Essa área pode ser usada para outra função e o morador ganha mais espaço”.

Carmen Calixto
www.carmencalixto.com.br

Nina Abadjieff
www.arquiteturabh.com