01/06/2017 — Texto & Fotos: Divulgação

Em sua 31ª edição, a CASACOR São Paulo traz como inspiração para seus ambientes o tema “Foco no essencial”, para os diversos estilos de morar.

Partindo dessa premissa, todos os espaços da maior mostra de arquitetura, decoração e paisagismo das Américas foram projetados com o desafio de responder a esta questão. Durante o período de 23 de maio a 23 de julho, o Jockey Club de São Paulo abre as portas para o público conferir as principais novidades e tendências do setor.

Estúdio do Colecionador de Arte — Marília Veiga

Sob o tema “Design mais perto das pessoas”, a arquiteta desenvolveu um ambiente aconchegante, convidativo e repleto de detalhes que prometem mexer com a emoção e gerar reações surpreendentes nos visitantes. Inspirada no colecionador de arte, o espaço de 100m² foi dividido entre galeria, living e curadoria, em um local sofisticado, atemporal e rico em referências contemporâneas para receber seus convidados como se estivesse na casa de um profissional.

Estúdio com Pórtico — Alexandre Gedeon e Hugo Schwartz

O estilo de morar no qual as paredes são eliminadas e dão espaço à integração surgiu em Nova York, na década de 1970, onde velhos galpões e armazéns de edifícios foram reformados para servir de moradia aos profissionais liberais, artistas, publicitários e executivos. Esta foi a principal inspiração para o projeto do loft de 95m², que traz o conceito cosmopolita pautado em ambientes compactos e integrados, que favorecem o convívio entre as pessoas.

Estúdio Bossa — Marlon Gama

Espaço desenvolvido sob o conceito vanguardista, optando por um ambiente limpo, elegante e despretensioso. Nos 75m², divididos em dois ambientes integrados, além da área externa, o projeto traduz a nova realidade das residências, ou seja, um único local para morar, trabalhar e receber amigos. O elemento-surpresa da decoração fica por conta da sofisticada mesa de pebolim, que foi colocada entre o quarto e o home office, para ter a função de dividir os ambientes.

Estúdio do Artista — Sandra Moura

Para criar uma atmosfera que envolve arquitetura, design e botânica, a profissional desenvolveu um espaço de 100m² de atravessamentos conceituais, onde os três elementos se unem para criar um lugar de habitação com arte. O Estúdio do Artista foi criado em homenagem ao artista plástico paraibano José Rufino, conhecido por suas obras com temas memorialísticos, sociais e políticos e une o regionalismo com contemporaneidade, num espaço atemporal.

Estúdio Tempo — Bruno Carvalho

O ambiente de 40m² é marcado pela sofisticação e requinte da arquitetura predominante do Jockey Club de São Paulo e estampa um mix de inspirações do estilo art déco e contemporâneo. Envolvido pelo tema Tempo, o designer de interiores apresenta um ambiente acrônico, harmonizado por características do modernismo com o alto rigor geométrico, presente no design moderno.

Estúdio do Nômade — Todos Arquitetura

Inspirado por uma paleta cromática natural baseada num estilo on the road e marginal chic, o ambiente conta com um mix de peças de design e arte com materiais sensoriais e cheios de histórias. No projeto de 90m², a Todos Arquitetura utilizou as inspirações do território “pioneiro”, uma resposta aos desafios sociais, econômicos e políticos enfrentados nos dias atuais. O estúdio tem um estilo marginal, no sentido da liberdade, da busca por se reconectar consigo mesmo e com o planeta que esta à sua volta.

Estúdio de Leitura e Degustação — René Fernandes Arquitetura

Uma espécie de sala íntima que reúne os vinhos, os livros e as obras de arte prediletas do anfitrião e que fazem parte do cotidiano. Assim é o ambiente idealizado pelo arquiteto René Fernandes: um espaço de introspecção para refugiar-se do restante da casa, degustar uma taça de vinho, ler o livro “de cabeceira” e permanecer em tranquilidade por algumas horas.

Estúdio +55 — TRiART Arquitetura

Espaço de 38m² dedicado ao design e à arte contemporânea produzida no Brasil. O escritório apostou na versatilidade para criar um ambiente moderno, funcional e aconchegante. Pensado para um morador que prioriza a praticidade, a TRiART focou no aproveitamento do espaço ao centralizar as atividades no sofá – também batizado +55. O móvel é um dos itens assinados pelo trio. Modular, ele tem assentos voltados para os quatro lados do ambiente, funcionando também como banco para a mesa de jantar.

Estúdio Le Salon — Luiz Otávio Debeus

Um espaço com estilo eclético que traz lembranças de várias épocas culturais. Este ambiente foi pensado para uma mulher de 40 anos, de alma leve e olhar aguçado, uma colecionadora de arte. E no seu estúdio de 68m², a coleção fica exposta em cada canto emoldurada pelas paredes quentes. Sem medo de ousar, Debeus escolhe uma paleta de cores que mescla diversos tons, elegendo como base para as paredes o Rouge de Fer.

Serviço:

Período: de 23 de maio a 23 de julho
Horário: Terça a domingo, das 12h às 21h
Local: Jockey Club de São Paulo
Endereço: Av. Lineu de Paula Machado, 1075 | Cidade Jardim
Ingressos:
De terça a quinta-feira
Ingresso inteiro: R$ 56
Meia entrada: R$ 28

Sexta, sábado, domingo e feriados
Ingresso inteiro: R$ 70
Meia entrada: R$ 35

Passaporte único: R$ 165
Valet: R$ 35,00

Mais Informações: casacor.abril.com.br