22/05/2020 — Texto: Assessoria | Fotos: Julia Herman Fotografia

Projeto reforma suíte para jovem, implementando espaço home office, e mescla elementos arquitetônicos e decorativos clássicos e contemporâneos

Nesse projeto o cliente solicitou uma nova suíte para um jovem rapaz que tinha acabado de retornar ao Brasil. Queriam um dormitório com uma área de escrivaninha ampla, que pudesse trabalhar confortavelmente de casa.

A ideia das arquitetas Fernanda Ocanhas e Sandra Steuer, dos escritórios Ocanhas Arquitetura e Sandra Steuer Arquitetura, foi projetar uma suíte com clima jovem, mas que mantivesse a linguagem do apartamento de linhas mais clássicas. Para isso, mesclaram elementos clássicos e contemporâneos, tanto por meio de acabamentos e materiais quanto com mobiliários.

A nova sugestão de layout ficou diferente da original do edifício: ampliaram as dimensões do dormitório e do banheiro. Na planta original havia um banheiro entre os cômodos e, por conta disso, puderam aproveitar as prumadas do edifício para poder levantar o novo banheiro na nova configuração.

“Aproveitamos a área embaixo do banheiro original do pavimento superior, onde fica a parte hidráulica, para rebaixar o forro de gesso e delimitar a área de descanso e leitura desse dormitório. Incluímos uma sanca na borda desse forro proporcionando uma luz mais discreta através da iluminação indireta, com fita de led” – comentam as arquitetas.

No cantinho da leitura mantiveram o contraste entre o clássico e contemporâneo. A poltrona existente, o tapete estilo persa e as boiseries claras, de linguagem mais clássica, contrastam com a mesinha de apoio e a luminária de piso – ambas pretas e metálicas de linhas simples.

O cliente já tinha a cama e uma das mesinhas de cabeceira, então as arquitetas optaram por seguir com a mesma linha de produtos da loja Casa Pronta para a outra mesinha de cabeceira e a escrivaninha.

“Para não divergir da linguagem restante do apartamento, inserimos as boiseries no dormitório, mas queríamos um contraste com algo mais contemporâneo. Assim, optamos pelas barras de ferro em preto para sustentar as prateleiras, dando um ar mais industrial ao dormitório” – diz Fernanda. Elas são o grande destaque da suíte e seu desenho irregular foi feito para acomodar a tela do computador, livros e artes com diferentes alturas.

O piso de madeira existente foi mantido e completado com mais réguas nas áreas que estavam sem. As portas de correr e de entrada foram reaproveitadas, assim como as maçanetas e os puxadores.

O closet foi projetado no percurso de acesso ao banheiro, visando maior funcionalidade e praticidade para o cliente. A marcenaria foi feita em mdf amadeirado, com tom mais escuro, iluminação embutida nas prateleiras e espelho no fundo – que além de sua funcionalidade, também dá a sensação de ampliar o ambiente. Um desses espelhos é a porta do único armário fechado do closet, onde estão os calçados, que ficou separado do restante por uma questão de higiene. A iluminação interna é acionada por um sensor com abertura da porta.

O banheiro seguiu as mesmas premissas de materiais dos banheiros existentes do apartamento, porém, trouxeram um toque mais contemporâneo com metais black matte da Deca. Como no antigo layout esse espaço era um dormitório, o banheiro acabou ficando com uma ventilação e vista bem generosas.

Para saber mais, acesse: www.ocanhasarquitetura.com.br