05/05/2021 — Texto: Avesani Comunicação | Fotos: Kadu Lopes

Apartamento desenvolvido para um casal de empresários, com um filho pequeno, que queriam um projeto sofisticado e confortável ao mesmo tempo

A arquiteta Ana Rozenblit, do escritório Spaço Interior, projetou tudo pensando em cada detalhe solicitado, para que o resultado fosse cem por cento satisfatório. A reforma contou com troca de revestimentos, adaptação da parte elétrica e nova disposição dos móveis, para aproveitar alguns itens existentes, pois a cliente já residia no imóvel.





A cliente gosta de tons terrosos e uma arquitetura mais maximalista, uma vez que ela é colecionadora e detalhista. Globos de Neve são umas de suas coleções, que foi usado como ponto de partida para o projeto da sala de TV.

O home theater ganhou um ar mais sofisticado, imprimindo ainda mais a personalidade dos clientes. A coleção de globos de neve, que antes ficava em prateleiras, ganhou lugar de destaque na sala. Foram dispostas em nichos especialmente personalizados, enriquecendo-a e destacando ainda mais a grande paixão da cliente. Outro destaque ficou por conta do quadro da Gigi Monteiro, que harmonizou o ambiente com um toque de cor e sofisticação.

A cozinha, antes da reforma, não tinha uma distribuição que a valorizasse e a iluminação também não estava adequada, por ser muito branca. O foco inicial foi criar um espaço funcional e moderno, por isso recebeu uma ilha central de mármore, que favoreceu a integração entre a família no momento do preparo das refeições. Ana trocou a iluminação e introduziu toques de cor no ambiente com a marcenaria azul dos armários, o que proporcionou um visual mais elegante em composição com o revestimento em madeira que vai da parede ao teto. Já na copa, mudou o visual com a inclusão de quadros e vegetação, para dar mais vida ao espaço.





No dormitório, o ponto de partida foi um quadro de copas de árvores, do artista Kiolo, que a cliente já possuía, mas estava mal posicionado, não interagia com o restante do quarto, principalmente com a cabeceira. A partir daí a arquiteta optou por utilizar a cor verde também na nova cabeceira, que se tornou uma peça imponente, dando um toque vintage. A tonalidade marcante divide espaço com o couro da poltrona e a madeira brilhante do painel da TV, elevando esse lado mais tradicional dos jovens clientes. Além do cinza aplicado nas paredes e as mesas de cabeceira na cor preta, que mantém a atmosfera jovem, resultando num ambiente elegante e sofisticado, com muito conforto e equilíbrio, desenvolvido especialmente para ser um oásis de relaxamento.

O closet já possuía os armários. Ana colocou boiseries e os pintou de branco, para compor com a parede cinza. Optou também por um tapete cinza para delimitar o espaço, proteger o piso e deixar o ambiente mais confortável. Incluiu um espelho da Artefacto, que fez com que o ambiente ficasse mais amplo.

Arquiteta Ana Rozenblit – escritório Spaço Interior – www.spaçointerior.com.br @spacointerior