12/08/2020 — Texto: Estrutura de Comunicação | Fotos: Divulgação/ Ana Paula Dalcin

Busca por imóveis próximos à natureza, com espaço para prática de esportes e infraestrutura segura aumentará nos próximos meses

A relação das pessoas com as casas está mudando. Após a quarentena, especialistas indicam que cada vez mais se buscará um lugar aconchegante e confortável, com espaço amplo, áreas abertas e ambientes para prática de esportes. O report de tendências de moradias do futuro, elaborado pelo Projeto Hestia, que pesquisa hábitos de brasileiros, demonstra que a casa será o centro da vida das pessoas. Além disso, pesquisa da Brain Inteligência Corporativa, realizada em junho de 2020, mostra que cresceu o interesse em se investir em uma casa.

A expectativa é que aumente a procura por moradias com acesso a área verde e fora dos grandes centros. Um exemplo de imóvel que se encaixa nesse perfil é a mansão de 1.350m² projetada pelos arquitetos Marchetti e Bonetti, no bairro Cacupé, em Florianópolis. Erguido em quatro níveis em um terreno de 4.526 m² no condomínio fechado St. Barth, o imóvel de luxo foi planejado para oferecer a mesma infraestrutura de um clube em uma região tranquila e próxima ao mar.

Pronta para morar e à venda por R$ 12,5 milhões, a mansão de seis suítes atende a demanda de pessoas que querem uma melhor qualidade de vida. Segundo o Projeto Hestia, espaços para atividades físicas ganharão destaque, afinal, percebeu-se que é possível se exercitar sem sair de casa. Antecipando essa tendência, a mansão no Cacupé possui sala fitness com tatame profissional para a prática de artes marciais, quadra de tênis e minicampo de futebol. Além disso, tem acesso a um bosque e trilhas para fãs de caminhadas e corridas. Também é equipada com piscina aquecida com borda infinita e acabamentos do ceramista e artista plástico Francisco Brennand. A vantagem de ser um espaço fechado garante ainda segurança para atividades ao ar livre.

“Há uma preocupação em buscar lugares para morar que agreguem tranquilidade e infraestrutura. Um ambiente que ofereça conforto e dispense a necessidade de deslocamentos também está em alta. As pessoas estão buscando condomínios que tenham atrativos de um clube e sejam localizados em cidades que ofereçam qualidade de vida, como Florianópolis”, afirma Ana Paula Dalcin, especialista em imóveis de alto padrão com experiência no mercado de Florianópolis.

Design e sustentabilidade 

O design e a sustentabilidade também são pontos que fazem a diferença. Com mais tempo para ficar em casa, os moradores se preocupam em ter uma casa arejada, planejada de forma versátil e com detalhes modernos. No caso da mansão, os acabamentos são de altíssimo padrão com móveis de madeira de pinho-de-riga, os noves banheiros em mármore grego e escada em mármore travertino. O projeto é inteligente com gerador, aquecimento solar e reaproveitamento da água da chuva. Duas das seis suítes ficam localizadas no pavimento térreo e a casa possui elevador, totalmente adaptada para garantir privacidade e acessibilidade. Na parte externa, uma horta complementa a infraestrutura desejada por quem busca viver de forma mais saudável e consciente.