02/10/2018 — Texto: Espaço do Traço Arquitetura | Fotos: Lio Simas

Projeto em Florianópolis se destaca pelo sincretismo de estilos sem deixar de lado a praticidade e o bom gosto

Como personalizar e otimizar um apartamento de 150m²? As arquitetas Vanessa Faller e Maíra Queiroz, do Espaço do Traço Arquitetura, decidiram apostar na funcionalidade e na integração de espaços para garantir os melhores resultados. Como o desejo dos proprietários era de uma junção de elementos contemporâneos, clássicos e industriais, as profissionais se encarregaram de expressar o gosto dos clientes a partir da composição e distribuição harmoniosa de objetos, materiais e paletas de cores.

Aconchegante e intimista, o hall de entrada é uma das partes mais singulares do apartamento. O tom escuro do papel de parede azul e o mobiliário em madeira são responsáveis pela sensação de acolhimento do ambiente. A reutilização de utensílios que já pertenciam aos clientes também é uma marca do projeto: o antigo buffet, por exemplo, passou a ter a função de aparador. “O tapete e boa parte da decoração também era deles, apenas fizemos a composição dos elementos, distribuindo-os da melhor forma”, conta Vanessa Faller.

O quadro foi feito sob medida a partir da paleta de cores do apartamento. No corredor, é possível apoiar chaves e outros objetos nos nichos presos à parede, que servem como aparadores. Para dar uma sensação maior de amplitude, foram colocadas portas de espelho na rouparia do hall. O destaque do ambiente é o painel ripado de MDF, que desce até a porta de acesso aos quartos. O material ainda aparece ao fundo do espelho, com uma iluminação na parte de trás, além de compor a adega.

O living possui uma dinâmica clean e é integrado à sala de jantar e à cozinha. A ideia é sair do hall, ambiente mais escuro e intimista, e se surpreender com a explosão de luz do cômodo. O destaque da sala de estar fica por conta do painel de mármore com fundo iluminado, onde a televisão está conectada. Esse material também está presente no fundo da bancada da cozinha e da pia. O sofá possui a mesma cor da parede do hall de entrada, deixando visíveis os dois planos com o mesmo azul e proporcionando a sensação de continuidade.

A pedido dos clientes, a cozinha possui uma estética mais clássica, embora não deixe de lado elementos contemporâneos e industriais, como o quadro de giz e puxadores metálicos em Rosé Gold. A cor se repete na parte de dentro da luminária da mesa e na luminária da sala. Além disso, o material conversa muito bem com a madeira domobiliário, pois compõem a mesma paleta de cores. “Fomos brincando com as cores para ir incorporando uma coisa na outra”, explica Vanessa.

A personalidade da filha pré-adolescente é evidenciada no quarto com predomínio de tons de azul e rosa. Para dar um ar mais fashionista, colocamos um papel de parede com bolinhas douradas. Como o espaço não é muito grande, prezamos pela funcionalidade e aproveitamento do espaço: nichos para guardar livros e demais objetos foram instalados nas laterais e no painel que envolve a cama. Aproveitamos o pé da cama para fazer uma penteadeira, que também pode ser utilizada como escrivaninha, apresentando gavetas para o armazenamento de materiais.

Um painel de TV também foi instalado ao pé da cama para que todo o mobiliário fosse aproveitado. A cômoda rosa já pertencia à menina e, na execução deste projeto, passou a ter função de criado-mudo.

O revestimento do espelho do banheiro da pré-adolescente lembra um capitonê, mais clássico, combinando com a moldura do espelho que já possuía.

Por ser um ambiente com menor fluxo de pessoas, assim como o hall, o lavabo apresenta características mais sóbrias, com predomínio de cores escuras. Podemos ver esses elementos no papel de parede em tons de preto e dourado, além do porcelanato da bancada Nero Venato, da Portobello, com veios brancos e dourados.

A torneira Tube em Gold, da Deca, possui estilo arrojado e ajudar a compor o décor clássico do ambiente. O antigo espelho veneziano dos proprietários também adiciona classicismo ao espaço. A funcionalidade do lavabo pode ser percebida na iluminação feita na caixa ao redor da bancada, além da inclusão de gavetas na bancada.

A suíte master possui diversos elementos que compõem o estilo clássico. Exemplo disso são as boiseries que ornamentam a parede da cabeceira da cama e molduram também a TV. As linhas se repetem no armário, que também possui características marcantes dessa tendência arquitetônica.

As gavetas do criado-mudo são forradas com o mesmo tecido da cabeceira estofada. Os pendentes iluminam as laterais da cama, conferindo a simetria típica da arquitetura clássica. Uma das solicitações dos clientes era de que fosse inseridas luminárias indiretas, proporcionando conforto visual. Para garantir esse resultado, fizemos alterações no gesso da construtora e instalamos a iluminação no teto do quarto.

Para quebrar a monotonia do azulejo branco no banheiro da suíte master, o revestimento de padrão de madeira foi aplicado na parede do fundo do box e do vaso sanitário. O porcelanato escolhido para ser usado na pia e no nicho remete ao mármore cinza, de característica mais industrial. “Fazer esse banheiro foi um desafio, porque os clientes queriam muita coisa em pouco espaço. Decidimos usar as portinhas todas de espelho para refletir bastante e dar a sensação de que o ambiente é maior”, contextualiza Vanessa. Atrás dos espelhos, foram inseridos armários que também otimizam o espaço.

www.espacodotraco.com.br