04/01/2021 — Texto: Tuca Aguirre | Fotos: Rômulo Fialdini

Living integrado, intensidade de luz, home office, pé direito mais alto possível e fluidez dos xales decorativos e fotos de natureza

O conceito do projeto assinado pela designer de interiores Raquel Braga era trazer um pouco do Rio para São Paulo, nesta casa de 428m² na Granja Julieta. Por isso, a fluidez dos xales decorativos e fotos de natureza. O briefing definido entre o proprietário, um homem recém-divorciado, e a designer de interiores foi: um living integrado, controle sob a intensidade de luz, home office e pé direito mais alto possível dentro do limite da construção.





Além disso, também optaram pelos ambientes sociais 100% integrados e portas embutidas nas paredes. Para dar unidade visual ao espaço, usaram poucos revestimentos. O piso em madeira percorre desde o hall social até os quartos e também a cozinha.

As portas embutidas também ajudaram a integrar os espaços, com uma certa reserva. A marcenaria e os espaços foram projetados para serem práticos e funcionais. Como o cliente não possuía muitas coisas, foi fácil de encaixar as louças no aparador Matriz, da Dpot, por exemplo.

Nos demais ambientes, a dupla trabalhou com marcenaria sob medida, utilizando madeira freijó e lacas. Além dos xales decorativos e fotos da natureza, o mobiliário foi composto por peças 100% brasileiras, de designers como Sergio Rodrigues, Rejane Carvalho Leite e Pedro Franco, além de outros encontrados em lojas como Dpot, Vermeil, Desmobilia, Design Somma e A Lot Of.





O desafio foi compor tudo isso com a mesa existente em laca vermelha, da Ovoo. Já a iluminação decorativa ficou por conta da La Lampe e Bertolucci, e todo o paisagismo foi de responsabilidade do Rodrigo Oliveira.

Visite o Instagram da designer de interiores Raquel Braga para conhecer mais sobre seu trabalho: @raquelbraga.interiores