25/07/2018 — Texto: Divulgação | Fotos: Lio Simas

Planta de apartamento em Balneário Camboriú foi modificada para criar espaços integrados e funcionais.

O casal de moradores queria reformar seu apartamento de praia em Balneário Camboriú (SC), aplicando funcionalidade e conforto ao design de interiores. Para atender a esse pedido, as arquitetas Maíra Queiroz e Vanessa Faller, do Espaço do Traço Arquitetura, reestruturaram toda a planta do apartamento de 150 m².

A residência, com mais de 25 anos, possuía ambientes bem compartimentados e mal aproveitados. Por isso, a primeira iniciativa das arquitetas foi integrar os espaços, unindo a varanda ao living. “Como a varanda era pouco utilizada devido ao forte vento da região, projetamos um fechamento com vidro para que os moradores pudessem usufruir do espaço em todas as estações”, explica Vanessa. A parede que separava a cozinha dos outros cômodos foi retirada para permitir que toda a área social tivesse vista para a praia.

Os quartos foram reconfigurados: o apartamento que antes abrigava uma suíte, dois quartos e um banheiro social, hoje possui três suítes. Maíra conta que “como o corredor era bem amplo, utilizamos parte da área dele para construir o banheiro de um dos quartos. O banheiro social ficou aberto apenas para um dormitório”.

Vanessa define a estética do projeto como clean e leve. “É bem diferente do padrão dos apartamentos em Balneário Camboriú, que geralmente possuem um design voltado para a ostentação”. Já neste projeto, o destaque é a vista. Todos os ambientes foram criados para que os moradores pudessem visualizar a praia. Para atingir esse feito, foram utilizados espelhos, principalmente na varanda, que duplicam a imagem do ambiente externo.

As arquitetas do Espaço do Traço criaram cômodos funcionais, com materiais que não enferrujam devido à maresia. Os clientes queriam que o mobiliário fosse prático e de fácil manutenção, porque o apartamento só é habitado durante o verão.

No living, por exemplo, os móveis foram escolhidos devido ao conforto e funcionalidade. Todos os materiais são laváveis e o sofá é impermeável. “Esse ambiente é o coração do apartamento”, fala Maíra. “É o local em que o casal e os filhos, já adultos, usam para se reunir e aproveitar a companhia uns dos outros”.

A marcenaria do living se integrada com a do home theater, visto que os painéis são conectados. O revestimento neolith, remetendo ao mármore, foi aplicado no móvel da televisão porque, além de conferir sofisticação, possui uma espessura pequena, que não chama a atenção quando o móvel é visto lateralmente. “O destaque do ambiente é a luminária Desapego da Luxion, que possui um design diferenciado”, afirma Vanessa.

A varanda principal, que antes não era muito utilizada, se transformou em uma sala de jantar. O pendente foi escolhido tanto pela estética quanto pela funcionalidade, já que é rígido e não sacode com o vento intenso.

A varanda da churrasqueira, também fechada com vidro, ganhou móveis de compensado naval com fórmica para que não fossem danificados com a chuva. O granito preto absoluto da bancada contrasta com o porcelanato Bianco Paonazzetto da Portobello.

O home theater era um espaço bem fechado antes da reforma. Para integrá-lo com os outros ambientes, as arquitetas projetaram um painel que pode ser aberto ou fechado. “Isso faz com a planta do apartamento seja mais maleável, atendendo às diferentes necessidades dos moradores”, explica Maíra. Peças com estilo náutico, que faziam parte de uma coleção do proprietário, foram incorporadas na decoração do espaço.

Na cozinha, foi utilizado o Carvalho Hanover da Duratex, o mesmo MDF que está presente no restante da área social. O layout do ambiente foi mantido para não modificar os pontos hidráulicos existentes.

A suíte master possui tons arenosos a pedido dos proprietários. O amplo armário foi projetado para acomodar as malas, e a penteadeira com backlight possui uma iluminação ideal para se maquiar. “Fizemos o banheiro da suíte com poucos móveis para ser funcional e simples. A bancada foi esculpida em quartzo”, detalha Vanessa.

As outras duas suítes foram projetadas de acordo com os estilos dos filhos do casal, que passam as férias junto aos pais no apartamento. Em um dos dormitórios, os quadros de MDF com profundidades diferentes conferem movimento ao painel. O papel de parede remete a uma rede de pesca e traz os tons azuis do mar.

“Na última suíte, o principal desafio foi a pequena dimensão do quarto. O ambiente era compacto e acabou tendo seu espaço reduzido por causa da construção do banheiro”, comenta Maíra. As arquitetas adotaram algumas estratégias para ampliar o local, como o uso de uma divisória com pequena espessura para separar o banheiro do quarto.

Em vez de um guarda-roupa, foram projetados dois criados-mudos com gaveteiros e dois armários suspensos. Uma foto produzida por Lio Simas, impressa e colada sobre um painel de MDF adorna a cabeceira da cama.

No lavabo, o rebaixo do gesso com uma sanca iluminada está alinhado ao espelho. A bancada clean e escultural de quartzo deixa o ambiente mais elegante.