14/06/2018 — Texto: Denise Delalamo Comunicação | Fotos: Evelyn Müller

O arquiteto Gabriel Garbin reúne dicas e inspirações para quem deseja otimizar seus pequenos ambientes.

Uma vida mais desapegada e funcional tem sido, ultimamente, uma das grandes prioridades na hora de procurar uma moradia, principalmente para aqueles que habitam as grandes e dinâmicas cidades e metrópoles, onde o tempo nunca para.

Muitas vezes, a escolha por um imóvel mais compacto acaba vencendo por conta da praticidade e simplicidade que o acompanham, facilitando, assim, o dia a dia dos moradores.

Para que o bem-estar predomine, e a rotina se torne algo leve e agradável, soluções e técnicas para espaços pequenos tem ganhado cada vez mais força, otimizando e adaptando ambientes para que o conforto e aconchego prevaleçam sem abrir mão de um décor elegante.

O arquiteto Gabriel Garbin, entusiasta e especialista do traço minimalista, onde o menos é mais, reuniu dicas e inspirações para quem deseja transformar suas pequenos espaços, confira:

Para que este apartamento de 60 m² esbanjasse estilo e funcionalidade, a cozinha foi integrada à sala e desenhada como elemento de living para que convivesse em harmonia no contexto social. Nesse ambiente a geladeira da Gorenje foi embutida na marcenaria para que convivesse naturalmente à situação proposta.

Seguindo a linha minimalista, essência do trabalho do arquiteto, foi possível utilizar a circulação íntima de forma racional neste projeto. Foi embutido, em um único armário, máquina de lavar/secar, bar e mini despensa. Com placas de madeira pinus, conhecida pelo seu fácil reflorestamento, a marcenaria otimiza e embeleza o espaço do corredor.

Nesta suíte de 11 m², toda a marcenaria foi desenhada para agregar o máximo de espaço possível. Desse modo, toda a cabeceira da cama de casal foi composta por armários para suprir a carência. Dosando o frio e o calor, o arquiteto procurou usar materiais leves, como tons de cinza, branco e o pinus tratado, que não pesam e não causam sensação de encolhimento.