03/05/2018 — Texto: dc33 Comunicação | Fotos: Celina Germer

A arquiteta Karina Korn mostra como ousar na decoração mudando apenas as paredes.

Quando decoramos uma casa, as paredes cumprem o papel da tela em branco a partir de onde trabalhamos. Elas podem transformar completamente um ambiente, seja com uma simples demão de tinta ou revestimentos elaborados. Karina Korn, arquiteta que dá nome ao escritório Karina Korn Arquitetura, tem a decoração das paredes como uma de suas marcas registradas – seus projetos podem ensinar muito sobre o assunto:

Banheiros diferentes

Tirar a decoração do lugar comum pode ser uma das funções do papel de parede. A profissional usou um modelo de efeito 3D para tornar o lavabo moderninho, um espaço que definitivamente causa impacto e que, ao mesmo tempo, mantém uma atmosfera clean e sem a necessidade de contar com a ajuda de muitos objetos.

Neste outro ambiente, o escolhido para ocupar as paredes foi o tecido. A seda garante um toque de cor e confere um elemento natural ao cenário, como pedido pela moradora. Por se tratar de um lavabo – ambiente isento de vapor, diferente do que acontece em uma sala de banho – o material não apresenta nenhuma contraindicação.

Salas de família

A madeira é conhecida por aquecer a decoração, colaborando para a atmosfera de aconchego. Os ambientes comuns das casas, principalmente as de famílias, são muito beneficiados pelo material. A opção da madeira de demolição, mais rústica, também implica modernidade – sem perder a elegância e a classe do revestimento.

A canjiquinha é uma excelente opção para oferecer textura e dinâmica aos espaços. Nesta sala de TV, Karina Korn aplicou peças de mármore travertino bruto, alinhadas à proposta natural de casa praiana. Como bônus, o material ainda é de fácil manutenção.

Quartos repletos de conforto

Em quartos, painéis de materiais diferentes na cabeceira da cama são escolhas certeiras. No dormitório do casal, a madeira ripada foi escolhida para revestir e destacar o nicho para decoração.

No ambiente mais jovem, a pedida foi um papel de parede simples, sem gravuras e no tom preto. Tanto o revestimento, quanto a cor, são tendências da decoração e podem ser mantidos como elementos atemporais mesmo quando a adolescente cresce e faz mudanças no resto do décor.

Hall estiloso

Decorar o hall de entrada da casa ou apartamento pode ser um grande dilema para alguns moradores. Como trazer personalidade a um ambiente que serve principalmente de passagem, com pouquíssimo uso? Uma das soluções já usada por Karina foi o grafite.

Nesse hall, um grande peixe do artista Binho Ribeiro, reconhecido por seus trabalhos no Museu Aberto de Arte Urbana de São Paulo, se torna um elemento arrojado da decoração. Impactante em tamanho e cor, faz uma conexão entre a ambiência marítima da casa na praia e as origens urbanas da família paulistana.

www.karinakorn.com.br