16/01/2018 — Texto: Tuca Aguirre | Fotos: João Friederix

A missão da arquiteta Gabriela Bordin e da designer de interiores Patricia Soares, do escritório Bordin & Soares Interiores, era “dar um up” neste apartamento de 100 m² que estava com uma decoração pouco convidativa para acolher uma senhora que, frequentemente, recebe os netos em casa.

O primeiro passo foi revestir o piso de todo o apartamento com porcelanato, como desejava a moradora, com exceção da cozinha e da área de serviço, que foram mantidas exatamente como estavam. Todos os armários embutidos foram preservados e receberam acabamento laqueado fosco.

Como o apartamento é muito gelado, a anfitriã, que adora ler livros na chaise, solicitou a criação de uma lareira na sala de estar. Ocupando a parede antes vazia, a lareira ecológica (à base de álcool de cereais), de aço inox, foi estruturada em uma caixa de drywall.

As estantes laterais foram confeccionadas em MDF com nichos irregulares, iluminação indireta com fitas de LED e portas basculantes na parte inferior.  Na sala de jantar, a mesa com tampo de vidro, que foi reaproveitado da antiga, recebeu um lindo pé de raiz.

Um dos três quartos foi transformado em escritório, com mesa e cavalete desenhados pelas profissionais e armário e poltrona clássicos. O espelho, já existente no ambiente, foi absorvido na decoração sendo suspenso na parede. O outro quarto virou a brinquedoteca dos netos, com móveis confeccionados em MDF e papel de parede com listras coloridas.

No quarto principal, foi feita uma penteadeira junto à estante, outro desejo da moradora, e uma cabeceira imponente revestida por couro sintético. O principal destaque, no entanto, é o manequim – herdado pela avó, uma costureira que sobreviveu à guerra – e reformado para compor a ambientação. Em frente à cama, a peça também remete à história da carreira da cliente, que é empresária no ramo de moda.

www.bordinesoaresinteriores.com.br