29/04/2019 — Texto: Karina Fascina | Fotos: Julia Ribeiro

Com a premissa de criar um espaço prático e acolhedor, arquiteta aposta em living espaçoso e cartela de cores certeira

Na cidade que não para, a rotina corrida de uma executiva ganhou ares de tranquilidade e aconchego quando ela chega em casa, após um dia de trabalho. Localizado no bairro Perdizes, em São Paulo, seu novo apartamento de 68m² transformou-se em um ambiente prático, delicado e acolhedor, pelas mãos da arquiteta Lucianne Korn.

Com base nas principais necessidades da cliente – um apartamento aconchegante e prático para o dia a dia, mas que pudesse receber os amigos aos finais de semana – Lucianne não teve dúvida ao deixar de lado os dois dormitórios previstos na planta original e apostou no projeto com apenas um quarto e um living mais amplo. “Já que era um apartamento pequeno, abrimos mão de um dos dormitórios e criamos um espaçoso living integrado à cozinha, deixando o ambiente mais livre e confortável para que ela pudesse curtir sozinha ou com as visitas”, conta a arquiteta.

Assim, para cumprir a função de acolhedor, Lucianne trabalhou com uma paleta de cores neutras – que passa pelos tons de branco, areia e madeira – em contraponto com singelos toques de cores nas almofadas. Móveis com design escandinavo preenchem o ambiente, como o sofá – com um desenho elegante – e as delicadas poltronas. Já a mesa de centro oferece uma mescla interessante entre a madeira e o vidro.

Para compor o home theater, a arquiteta projetou uma estante que se estende por toda a parede e abre espaço para nichos que expõe itens afetivos da moradora. Os objetos ficam ainda mais em evidência com a iluminação especial de led embutida no móvel. “É sempre bacana trazer para a decoração peças que imprimem a personalidade do dono para que ele se sinta parte do espaço”, explica.

Com linhas retas e estilo moderno, a cozinha ganhou móveis planejados e uma compacta torre de eletrodomésticos, que deixam o espaço com área reduzida mais funcional e organizado. O ambiente também recebe um balcão, no estilo americano, para refeições rápidas do dia a dia.

Na varanda, a arquiteta optou pelo fechamento de vidro para que fosse possível posicionar a mesa de jantar na área externa. Neste espaço, também destaca-se um armário ripado que comporta a máquina de lavar e secar. “Apesar do prédio oferecer uma lavanderia comunitária, a cliente disse que queria muito ter uma máquina própria. Como não tinha espaço na cozinha, criei este móvel na varanda, que além de comportá-la, serve como balcão e suporte para a mesa de refeições”.

O desafio
Durante o projeto, Lucianne dedicou atenção especial ao quarto, já que por conta do apartamento ficar na ponta do prédio, as paredes não apresentaram ângulos retos e contavam com algumas inclinações. “Eu não queria que a cama fizesse parte desta inclinação. Assim, na cabeceira, projetei um painel triangulado, onde consegui disfarçar e fazer o alinhamento”, conta. O painel, além de servir como cabeceira para a cama, engloba um dos criados-mudos. Do outro lado, uma mesinha de madeira, da Allez Decor, traz charme ao espaço.

Nas cores, o quarto segue a mesma proposta dos ambientes sociais, com tons claros e minimalistas, como as nuances do rosa nas paredes e decorações. O closet, logo ao lado, funciona como um corredor e foi executado inteiramente em marcenaria para aproveitar todo o espaço disponível.

Com um design minimalista e atemporal, o banheiro é todo revestido com porcelanato da Colormix. O tom claro, aliado à madeira, contribui para a sensação de amplitude, além de trazer aconchego e um visual harmônico ao ambiente.

Para saber mais, acesse: www.luhk.com.br