12/10/2016 — Texto: Divulgação

Branca Vieira

Em cada item de decoração selecionado, um pouco mais sobre a personalidade do usuário. A dona desse quartinho é uma menina que adora artes, livros e gosta muito de estudar. Ela pediu à arquiteta Branca Vieira um espaço em que ela pudesse fazer suas atividades de forma organizada e prazerosa. “Me preocupei em definir um projeto de marcenaria bem elaborado visando otimizar os espaços e deixar cada coisa em seu devido lugar. O nicho, sobre a bancada de estudos deu um colorido alegre essencial ao projeto. A cabeceira da cama o deu toque final de conforto para a a hora de dormir”.

www.facebook.com/BrancaVieiraInterioresEArquitetura

Ludmila Moron

Neste quartinho, para uma menina de 9 anos, a arquiteta criou um ambiente feminino, mas não infantil, pensando na fase de transição para a pré-adolescência. “A cor preferida dela é o rosa, mas pesquisamos um tom que não fosse apático, como o rosa bebê, e optamos por esta mistura de rosa antigo com um fundo de lilás. Os móveis, em laca branca, foram desenhados por nós com uma linguagem mais descontraída e assimétrica, fugindo da composição clássica, como é possível notar nos nichos acima da bancada. Para dar um ar mais descontraído, usamos vidro colorido (verde, lilás e rosa) nas prateleiras dos nichos e em outros armários.” O piso é em porcelanato madeirado.

www.moroncavallete.com

Maria Luiza Aceituno

No quartinho alegre e aconchegante para uma menina de dois anos, a arquiteta Maria Luiza Aceituno fugiu do convencional, que seria um espaço cheio de cores e estímulos visuais, para criar um ambiente tranquilo e acolhedor. “O quarto é utilizado exclusivamente para dormir e ver tv, uma vez que a casa também conta com uma brinquedoteca. Também quis fugir da obviedade do rosa e procurei fazer um projeto que pudesse mudar através da troca de pequenos acabamentos, como almofadas e papel de parede”. Beleza, praticidade e conforto foram privilegiados pela arquiteta, que deu um toque ainda mais elegante ao projeto ao selecionar o papel de parede com tema de borboletas. A cabeceira em couro natural trouxe mais aconchego e a iluminação indireta possibilitou o conforto visual para o descanso da menina.

www.marialuiza.com

Carla e Fernanda Gil Heller

No ambiente criado para a 1ª Casa Baby Dreams, as profissionais ficaram responsáveis pelo Quarto de Menina, voltado para garotas a partir dos três anos de idade. Elas buscaram criar um lugar agradável e tranquilo para o sono, mas também interativo e apropriado para a faixa etária. Para isso, o espaço apresenta uma mistura de estilos. “O provençal e o contemporâneo aparecem no mobiliário. Junto à combinação de cores, conferem ao ambiente, além de aconchego, um ar romântico que as meninas nesta fase veneram”, explicam. A paleta de cores vai do branco ao bege, com detalhes em rosa blush. Tons de rosa e verde são encontrados no papel de parede para dar mais personalidade ao ambiente.

www.heller.arq.br

Díptico Design de Interiores

“Deixamos somente o necessário no quarto: cama, criado-mudo, estante-escrivaninha e apoios. Todo o espaço restante está livre para brincar”, contou Daniela Cianciaruso, da Díptico. Segundo ela, o desafio foi criar um ambiente lúdico e colorido, que não ficasse pesado nem cansativo. Todos os móveis utilizados foram aproveitados do quarto anterior, porém a mudança das cores e acabamentos deram uma cara totalmente nova para o quarto.

www.diptico.net

Mobili Intelligenti

Verdadeira inovação em mobiliário, a Mobili Intelligenti traz ao Brasil móveis transformáveis, com design moderno e de alta qualidade, que se transformam em outras configurações em questão de segundos. Práticos, todos os móveis podem ser manuseados com facilidade. A Linha PoppiBoard é composta por dois móveis transformáveis: um painel que se transforma em beliche, e uma escrivaninha que se transforma em cama de solteiro. As peças estão disponíveis em diversos acabamentos no catálogo de cores da loja.

www.mobiliintelligenti.com.br

Marco Antonio Rodrigues

Este quarto foi planejado para uma criança de 10 anos, com um estilo alegre e que gosta de passar a maior parte do tempo no quarto. Como se tratou de uma reforma, o arquiteto procurou dar um novo visual ao espaço trocando os pisos por revestimento em madeira. A iluminação com lâmpadas de led deixam o ambiente mais leve e aconchegante. O arquiteto usou cores claras nas paredes, móveis planejados na cor gelo em madeira tramada e espelhos nas portas de correr. Com um espaço de 16m², o projeto levou em conta a praticidade e o bem-estar do usuário, considerando um espaço agradável para os momentos de estudo.

arquitetura_ideal@hotmail.com