22/05/2020 — Texto: Imovelweb | Fotos: banco de imagem – ikedaleo from Pixabay

Imovelweb apresenta dados sobre mercado imobiliário, baseado nas buscas de seus usuários, e levantamento revela que 95% das pessoas continuam buscando imóveis. Segundo o portal, 27% dessas pessoas fechariam negócio apenas com fotos e vídeos do local, sem realizar uma visita presencial.

Mesmo em meio ao momento incomum e complexo que estamos vivendo, a pesquisa realizada pelo Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, mostra que 95% dos entrevistados estão buscando por imóveis. Apenas 5% dessa amostra não planeja mais mudar de residência.

Esses 95% se dividem entre comprar (56%) ou locar (39%) imóveis. Para 51% deles, o cenário atual não alterou em nada seus planos. Para 29%, os motivos para a busca de um imóvel estão relacionados a casamento, desejo de ter a casa própria, mudança de cidade e investimento.

Na sequência, o motivo mais indicado é a busca por um local maior (26%), enquanto 25% preferem um novo empreendimento baseado em sua localização. Outros 14% dizem que irão se mudar para reduzir o gasto e, por isso, estão procurando residências mais baratas. Há também aqueles que tiveram o contrato atual vencido (4%), os que precisam de espaço para escritório (1%), ou que gostariam de imóveis com áreas para crianças (1%).

Dentre os 51% que não irão alterar seus planos de mudança, 52% querem realizá-la em até seis meses. Já 29% em até um ano, 9% nos próximos dois, e apenas 10% em mais de dois anos. As opções de pagamento mais citadas por esses entrevistados foram: financiamento ou consórcio imobiliário (24%), permuta de imóveis (19%), FGTS (12%), entre outros. Um dos dados de maior destaque é que 27% dessas pessoas fechariam negócio apenas com fotos e vídeos do local, sem realizar uma visita presencial.

Dos entrevistados que tiveram alterações em seus planos (49%) por conta do momento atual, 35% apontam preocupação com a economia do País. Outros 23% estão inseguros com seus empregos/salários.

Mesmo com a mudança de planos, 49% deles ainda pretendem se mudar em até seis meses; 32% em um ano, 13% em até 24 meses, e somente 6% querem aguardar mais de dois anos. Dessa mostra que contempla pessoas que tiverem seus planos alterados, 37% afirmam que descontos facilitariam a troca do imóvel. Assim como no grupo anterior (aqueles que mantêm os planos iniciais), 27% realizariam a mudança apenas por via de imagens e gravações.

Dos 5% que não estão mais procurando empreendimentos, 14% deles dizem que essa mudança ocorreu por conta da insegurança da economia do País. Porém, com descontos nos valores de aluguel e venda, 28% retomariam a buscar imóveis.

 

 

Fonte: www.imovelweb.com.br