17/02/2020 — Texto e fotos: MoDusArchitects

TreeHugger, concluído no final de 2019, é o novo edifício do escritório de informações turísticas da cidade de Bressanone (Bolzano, Itália) e chama a atenção por ser arrojado e possuir curvas sinuosas

Quem assinou o projeto foi o escritório de arquitetura italiano MoDusArchitects. O edifício fica localizado próximo ao centro histórico da cidade do Tirol do Sul, adjacente ao Palácio Episcopal de Bressanone.

TreeHugger assume as qualidades de leveza e alinhadas às estruturas antecedentes, que foram dedicadas ao acolhimento de visitantes, com seus respectivos recursos de colunas delgadas, galerias profundas e balanços delicados.

O projeto eleva seu corpo na ponta dos pés e libera o nível do solo para entregá-lo à cidade como um espaço público. Novas conexões visuais são feitas, não apenas ao edifício principal do Palácio do Bispo, mas também aos pavilhões auxiliares chineses e japoneses que marcam os cantos dos jardins do palácio. As curvas exóticas e sinuosas dos pavilhões de canto são reinterpretadas no edifício projetado por MoDusArchitects, que se transforma em uma nova porta de entrada para a cidade de Bressanone.

Com o tronco da árvore como ponto de apoio, cinco vãos arqueados liberam o edifício do chão, acompanhando a árvore para cima para desenhar uma moldura aberta ao redor da copa da árvore. A fim de alcançar a superfície vertical e sem costura da carcaça externa de concreto, a altura total das paredes foi moldada a partir de um fluxo e em seções sucessivas para formar um anel contínuo de 9 metros de altura, dentro do qual as placas de concreto foram derramadas. A curvatura das paredes, juntamente com as lajes do piso, formam uma composição colaborativa na qual a forma, a estrutura e as fachadas dos edifícios se tornam uma.

O edifício é quase todo envidraçado no térreo, que abriga os espaços públicos e cabines de informações, para permitir máxima transparência e permeabilidade. A entrada é claramente marcada pelas janelas embutidas e pela grande saliência que se move em direção à nova praça. O piso superior, que abriga os escritórios administrativos, é fechado e enigmático na sequência de suas superfícies convexas.

Com suas curvas acolhedoras equilibradas pela decisiva tectônica concreta, o TreeHugger inicia uma conversa com seu contexto histórico enquanto atrai organicamente transeuntes e visitantes como um ímã dedicado ao compartilhamento da cultura local.

Para saber mais, acesse: www.modusarchitects.com