03/11/2020 — Texto: Comunica PR | Fotos: Sidney Doll

O Design Biofílico baseia-se no resgate à natureza, porque ambientes repletos de verde influenciam positivamente a mente humana 

O projeto de Design Biofílico para a Clínica de Estética Aline Vasconcelos, em Barueri,  foi desenvolvido pelas arquitetas Camila Marinho e Renata Assarito, sócias no Studio M & A Arquitetura, como um resgate à natureza para aqueles que vivem uma rotina acelerada e estressante em cidades cada vez mais urbanizadas.

Conhecida como “amor às coisas vivas”, a Biofilia vem na arquitetura com o intuito de suprir a necessidade que o ser humano tem de estar em contato e de se relacionar com a natureza.

O intuito sempre foi montar um espaço para oferecer serviços multifuncionais, além de algo grandioso, que chamasse a atenção. Então pensamos em criar espaços “instagramáveis”; salas temáticas, como a sala natureza, onde são realizadas as massagens relaxantes; o espaço para banho à praia, entre outros. Então, esse projeto é uma aposta de inovação para os clientes e para a toda a região”, ressalta a arquiteta Camila.

Estudos científicos afirmam que ambientes que remetem à natureza trazem uma grande sensação de bem-estar físico e mental. Surgiu daí o conceito do Design Biofílico, reconectar o ser humano à natureza.

“É uma tranquilidade necessária, e ainda mais bem-vinda quando se está em uma clínica de estética buscando cuidar de si mesmo. Por conta disso, criamos esses espaços de união entre as pessoas e a natureza. São ambientes modernos e com toques de delicadeza, para combinar até mesmo com a personalidade da própria Aline, que é a imagem do negócio”, complementa a arquiteta Renata.

Veja mais projetos das arquitetas Camila Marinho e Renata Assarito em www.maarquitetura.arq.br

Muito ligado ao conceito do Design Biofílico, está também a Neuroarquitetura, que busca entender como os ambientes podem impactar o cérebro e como os elementos proporcionam diferentes sensações. Leia também sobre este assunto na matéria “Neuroarquitetura como conceito no décor”: https://www.revistahabitare.com.br/decoracao/neuroarquitetura-como-conceito-no-decor/