00/00/2017 — Texto: Divulgação | Fotos: Divulgação

Piscina e espaço gourmet estão no centro desse projeto deslumbrante.

Depois de uma trajetória construída à base de muito trabalho e dedicação, agora é hora de curtir a vida na companhia dos filhos e netos, aproveitando o descanso e conforto que esse trabalho pôde proporcionar. Quando resolveram se mudar do centro de Tatuí (SP) para esse condomínio, nos arredores da cidade, os clientes da arquiteta Maria Helena de Sá Del Fiol buscavam privilegiar os momentos de lazer e convívio familiar.

Por isso, nada melhor que posicionar a piscina e o espaço gourmet bem no centro do projeto. A arquiteta pensou em uma planta em formato de ‘U’, para que todos os setores (social, privativo e lazer) tivessem vista para a piscina. Isso foi possível pelas dimensões do terreno (de aproximadamente 40m x 50m) e por se tratar de um lote de esquina.

“Dessa forma, o acesso social ficou na fachada principal e as garagens estão na lateral”. O programa padrão inclui salas de estar e jantar, home, 3 suítes com closet, cozinha, área de serviço, despensa, espaço gourmet e garagem para 4 carros. “Os moradores gostariam também de uma sala ou suíte de hóspedes no pavimento superior”, contou Maria Helena.

“Não tivemos grandes dificuldades para projetar. Primeiro, pelas dimensões generosas do terreno. Segundo, pela localização do lote com relação ao nascer e pôr do sol e pela topografia plana, não havendo necessidade de cortes e aterros, apenas pequenos acertos”.

Com linhas retas e equilibradas, remetendo ao estilo moderno, a casa oferece pé direito alto para as salas e grandes vãos de janelas para tornar o ambiente iluminado e ventilado, além de uma extensa área de grama e uma grande piscina, no coração da casa, para a alegria dos netos.

“Outro aspecto que meu cliente sempre reforçou durante a fase de projeto, era que a casa fosse prática e que tivesse recursos, como reuso de água para irrigação de jardim e torneiras para lavar o quintal, boas aberturas para ventilação, aquecimento solar da água e fácil acesso à caixa d’água, para facilitar a manutenção e limpeza”.

No living, com pé direito duplo, Maria Helena proporcionou mais aconchego ao ambiente com o uso de materiais, como a madeira, no piso. “Outro elemento que contribuiu é o trabalho de gesso e iluminação, que deixou o local mais agradável, principalmente à noite”.

A escada de dois lances foi executada em estrutura metálica e revestida de madeira, para acompanhar o acabamento das salas. O fato de estar afastada cerca de 10 cm da parede deu a ela mais leveza e elegância.

Para a cozinha, em um estilo clean, a arquiteta pensou em um layout com ilha, o que a tornou mais convidativa e participativa. “Quem cozinha participa o tempo todo da conversa, pois não fica isolado”.

Na suíte principal, o casal solicitou um banheiro amplo e bem iluminado. Por isso, a opção deles pelos revestimentos brancos. A grande janela oferece bastante luminosidade natural e a privacidade se dá por meio das plantas e da persiana.

Para a área externa, a ideia era que a piscina estivesse bem no centro da casa e que cozinha e o espaço gourmet fossem planejados bem próximos e conectados com o lazer, buscando sempre a praticidade. “O ambiente também ficou localizado de maneira que protegesse as pessoas do sol poente”. O generoso gramado e a escultural piscina são um apelo adicional para que os netos estejam sempre presentes.

Entre os principais acabamentos adotados, o casal optou por madeira nas salas, home e dormitórios, além do porcelanato para os demais ambientes, sempre dando preferência aos tons claros e neutros.

Na fachada principal, Maria Helena planejou uma porta alta de acesso e, à direita dela, ficam as salas com pé direito duplo. Para equilibrar o volume alto, à esquerda da porta está o único cômodo projetado no pavimento superior, uma suíte de hóspedes que proporciona uma vista privilegiada do pôr do sol e da cidade.