01/07/2016 — Texto: Divulgação | Fotos: Tarso Figueira

Espaços focam a qualidade de vida no ambiente de trabalho.

A proximidade com o Aeroporto Internacional de Salvador batiza este empreendimento inovador da Caramelo Arquitetos Associados e da Odebrecht Realizações Imobiliárias, o primeiro do gênero campus corporativo implantado na capital baiana. Detentor do selo de eficiência energética Procel Edificações, o Hangar Business Park consiste em um modelo de mixed use direcionado a negócios, composto por nove torres, sendo duas hoteleiras e outras sete empresariais.

O projeto se mostra versátil, principalmente, na escolha do método construtivo: uma malha de 8m x 8m, que permitiu flexibilidade na composição dos vãos, multiplicidade nas combinações modulares, economia de insumos, redução nas perdas e na produção de resíduos, atendendo com excelência a criação dos espaços, que compreendem salas comerciais e consultórios, greenmall com cerca de 50 lojas, academia, restaurantes e deck parking.

Todos esses espaços foram pensados para fornecer qualidade de vida no ambiente de trabalho e diversas facilidades para quem circula pela região.

A Caramelo adotou algumas medidas para garantir a sustentabilidade do projeto, como iluminação mais eficiente a fim de reduzir o consumo de energia em 80%, através do melhor uso da luz natural, uso de lâmpadas LED e lâmpadas de indução magnética.

Também foram adotados porcelanato ecológico reciclado com base no conceito de reaproveitamento com moagem úmida, captação e tratamento de águas pluviais e seu posterior reuso, sistemas de ar condicionado VRV III, controle inteligente de tráfego para elevadores, entre outros.

Na entrada principal, chama atenção a passarela que conduz os pedestres ao interior do empreendimento até chegar ao Green Mall. A peça, com cerca de 50m de extensão, é ornamentada por um pórtico de estrutura metálica e vidro, remetendo esteticamente a uma asa delta, que parece pousar em um Hangar, simbolizado pelo arco logo à frente. O acesso de veículos é feito em desnível com a via principal para fins de otimização do tráfego.

A volumetria foi distribuída horizontalmente em torres com oito e nove pavimentos, atendendo, assim, a altura exigida pelas normas de segurança. As fachadas dos prédios compostas por vidro rayban são marcadas por linhas horizontais e permitem vislumbrar a paisagem, com a valorização da transparência, da reflexão, do espelhamento e do brilho, de forma a suprimir as alvenarias em favor da visão do horizonte. Os guarda-corpos foram revestidos de alumínio composto no tom de verde metalizado e protegidos por um brise, que funciona como quebra-sol e marquise para facilitar a limpeza externa dos prédios.

O ápice do projeto, certamente, é a generosa área de uso comum que abriga uma ampla variedade de serviços, pontilhada de obras de arte e projeto paisagístico que reúne espelhos d’água e flora exuberante. A magnitude da estrutura é marcada por amplos espaços arborizados, com zonas wireless, possibilitando o trabalho em meio a cenários bucólicos, marca essencial do conceito campus corporativo.

www.caramelo.com.br