Com apenas 55m², esta cobertura passa por reforma geral, com décor escandinavo, toques de brasilidade, cores claras e muita luminosidade

Os clientes procuraram a Pílula Antropofágik Arquitetura para adaptar o imóvel no Leme (RJ), que antes atendia às necessidades de uma única pessoa (que trabalhava a maior parte do tempo fora de casa) para as necessidades de um casal recém-casado que passou a dividir o apartamento. A ideia era ampliar o imóvel em direção à varanda existente, sem perder o contato com o verde. As demandas eram muitas, entre elas uma mesa de jantar e um sofá para 4 pessoas, bancada de refeição na cozinha, mesa com espaço de trabalho, ampliar a quantidade de armários e dispor de um lavabo só para hóspedes.

A reforma geral incluiu intervenções arquitetônicas importantes. A antiga varanda em fita foi integrada ao imóvel através de uma cobertura em esquadria de metal e vidro, abrindo espaço para receber, de um lado, a sala de jantar e, do outro, um quarto de vestir com muitos armários novos e home office integrado. A nova cozinha passou a ocupar o lugar da antiga dependência de serviço (que agora é integrada à própria cozinha), permitindo a criação de um lavabo para hóspedes e a ampliação da sala de estar, que agora comporta um sofá de 4 lugares. A parte frontal do imóvel, onde antes havia uma varanda com guarda-corpo em concreto, foi fechada com esquadrias de metal e vidro (que funciona como uma claraboia) e ainda ganhou uma jardineira externa (em ferro fundido, inspirada no Juliette Balconies, de Paris) para acomodar as plantas que a cliente gosta de cultivar.

No que se refere à decoração, a maior parte do acervo é novo, porém algumas peças de valor afetivo foram mantidas para valorizar a identidade e a história dos clientes. Exemplos: na sala, o aparador em madeira rústica com duas gavetas (da Velha Bahia) e a mesa de canto alta, de estilo asiática; no quarto, a cama box e o guarda-roupa (apenas as portas externas foram reformadas).

O conceito adotado é uma mistura Antropofágik entre o estilo de décor escandinavo e nossa brasilidade. Como a luz natural é a grande protagonista, os arquitetos resolveram apostar em uma base de cores neutras nas paredes, ressaltando elementos em madeira de reflorestamento para trazer aconchego ao ambiente, inserindo pontos de cor estratégicos na cozinha, como o verde musgo presente nos armários superiores, que trouxe mais personalidade ao projeto.

A paleta de cores tem uma base neutra, off white, e trabalharam com texturas para que a luz natural assumisse o protagonismo do projeto. Elementos em madeira também ganharam destaque para deixar os ambientes mais acolhedores e aconchegantes.

Autores do projeto: arquitetos Richard de Mattos e Maria Clara de Carvalho – Pílula Antropofágik Arquitetura – @pilula.arquitetura