25/09/2019 — Texto: Bianca Benfatti | Fotos: FotoEstúdio360

Sendo a decoração a melhor solução para transformar um imóvel alugado, o resultado desta casa traz uma essência de paz e tranquilidade em meio ao agitado bairro de Pinheiros, na capital paulista

Qual é a melhor forma de transmitir a identidade dos moradores em uma casa alugada? Esse foi o desafio encontrado pelo Estúdio Cipó, comandado pelas arquitetas Fernanda Angelo e a designer Elisa Meirelles. As locatárias – mãe e sua filha pequena – precisavam de ambientes que se encaixassem em suas rotinas. Assim, o projeto concebido pelas profissionais preencheu os 110m² do imóvel com peças conceituais que são facilmente transportadas em uma possível mudança. “A decoração é melhor saída quando existe pouco tempo para mudar um espaço”, afirma Fernanda.

Em busca da harmonização no ambiente, o Estúdio Cipó adotou um décor pautado nos estilos escandinavo e minimalista. Assim, a escolha por cores claras e tons pastel nas superfícies, presentes nas escolhas das madeiras carvalho americano e freijó, por exemplo, marcam presença por todos os cômodos.

A atmosfera presente logo no portão de entrada da casa já indica que a partir dali é hora de deixar a movimentação e a correria de lado. Salta aos olhos o natural com as paredes cobertas por hera e a combinação dos móveis para as áreas externas: o banco de madeira, assinado por Fernando Jaeger, combinado com as mesas coloridas de ferro desenvolvidas por Fernanda e Elisa.

Ao abrir a porta, o home office pensado para as atividades profissionais da mãe e as pesquisas escolares da sua pequena, é o primeiro ambiente a aparecer e cumpre a função de conectar as salas de estar e jantar em um layout integrado. Para esse efeito, as responsáveis pelo projeto desenvolveram um móvel que uniu o rack a uma mesa de 3,60m de comprimento em madeira freijó.

O gaveteiro azul, desenhado sob medida, guarda os documentos dos moradores. O toque especial, entretanto, ficou por conta do gallery wall, composto por quadros do acervo da cliente, dando mais personalidade à decoração proposta pelo Estúdio Cipó. “Apostamos na composição dos elementos de maneira a destacar a integração e transmitir a sensação de continuidade dos espaços”, contou Elisa.

As refeições são feitas em uma elegante mesa de tom escuro na sala de jantar. O charme do móvel está no contraste entre o off-white do estofado das cadeiras e o preto da estrutura em um décor enche os olhos. O pendente cobre possui um estilo moderno com lâmpadas nas pontas e o espelho redondo, assinado pelo Estúdio, que foi projetado para dar amplitude, além de continuidade ao conceito.

O estilo industrial foi o eleito para a cozinha. A arquiteta e a designer de interiores do Estúdio Cipó investiram em cores fortes para os móveis, com ardósia cinza nas bancadas e a marcenaria em fórmica preta. Para aproveitar ao máximo o ambiente, o fogão e a pia foram embutidos. O toque rústico está presente na prateleira produzida em madeira de demolição, posicionada para deixar os temperos à mão na hora de preparar os alimentos. Para finalizar, o revestimento subway tile, inspirado nos metrôs de Londres, Nova York e Paris, e a iluminação com pendentes de ferro carregam o conceito urbano.

No segundo piso, os moradores se deparam com o quarto divertido e funcional da filha de oito anos. A madeira freijó marcou presença no painel da cama que se estende para a escrivaninha. Para os momentos de estudo, uma mesa foi posicionada em uma parte estratégica do ambiente. A cômoda, herança da bisavó, além de remeter a história da família, traz um toque vintage.

Buscando a atemporalidade na decoração infantil, as profissionais elegeram um papel de parede, facilmente substituído, e a cor cinza para as demais superfícies. A estampa geométrica deixou o cômodo mais harmonioso e simétrico. “Os nichos de paredes nas cores brancas ajudam a organizar os materiais e deixar os adornos prediletos da nossa mini cliente”, conta Fernanda.

O maior desafio estava na suíte. Utilizando as expertises de Fernanda Angelo e Elisa Meirelles, o espaço reduzido foi aproveitado com sucesso. Para tanto, o minimalismo do estilo escandinavo foi a solução perfeita para driblar os obstáculos na decoração. “Desenvolvemos um painel de TV com espaço de armário para a cliente usar como guardar bolsas e outros artigos pessoais”, conta Fernanda. A penteadeira, um dos móveis que mais chamam a atenção, recebeu as joias e itens de maquiagem. Com tanto cuidado, não tem como fugir da sensação de acolhimento do quarto.

O cômodo ainda guarda um segredo especial com uma porta de alumínio comum que esconde um espaço reservado. A atmosfera mágica marca presença no deck criado especificamente para os momentos de descanso da moradora.

Para saber mais, acesse: www.estudiocipo.com.br