04/04/2019 — Texto: Raíssa Germano | Fotos: Mariana Orsi

Com uma paleta neutra, apartamento de 95 m² sofreu alterações estruturais, com renovação das partes elétricas e hidráulica

Quando a arquiteta Fernanda Mendonça e o seu namorado encontraram o apartamento de 95 m², em Perdizes, São Paulo, perceberam que o imóvel com mais de 40 anos era exatamente aquilo que buscavam. Mas, como se tratava de um prédio antigo, era necessário fazer uma reforma não somente na estética, mas também na parte estrutural, como na fiação e hidráulica.

O escritório JMA Estúdio colocou a mão na massa e iniciou a reforma. Para que o apê tivesse mais fluidez, algumas paredes precisaram ser derrubadas, já que não valorizavam a metragem do lar e não atendia os desejos do casal.  A sala de jantar ficou mais ampla e a viga remanescente da antiga divisão, que poderia ser um problema se transformou em uma estante de cimento queimado e ferro. Já que a área ganhou mais espaço, a opção foi colocar uma mesa de jantar no formato oval para que pudesse acomodar mais pessoas. Já as cadeiras vieram do apartamento anterior do casal e foram restauradas.

“Gostaríamos de ter uma varanda, mas como não foi possível, resolvemos tirar partido da grande janela”, revela Fernanda Mendonça. A partir disso, foi criado um banco estofado para que o casal e amigos pudessem curtir a luz natural e a vista para o bairro.  Com cores claras que predomina toda a paleta do projeto, a sala tem como destaque a poltrona Costela, a peça é revestida de couro marrom envelhecido.

A atual cozinha era um quarto de serviço, que precisou receber em uma das paredes pontos hidráulicos para a torneira e a máquina de lavar louças. Outro detalhe bacana foi à extensão do armário que se torna um aparador para o casal tomar um café rápido ou para apoiar pratos em jantares especiais.

Outro quarto do apartamento foi transformado em um home office, que é bastante utilizado pelos moradores, que trabalham eventualmente em casa. Para aproveitar o máximo da iluminação natural a bancada de trabalho foi colocada bem pertinho da janela. Fernanda que adora repaginar peças e dar uma nova cara para elas, reformou uma antiga cômoda que a acompanha desde criança, ela também utilizou uma porta de madeira maciça e a transformou em duas prateleiras. O baixo e o violão são o hobby do namorado que também fazem parte da decoração.

A suíte principal ganhou um clima relaxante com as paredes pintadas de branco e cinza. Sobrou espaço até para uma bancada que serve como penteadeira.

O banheiro da suíte precisou ter seu encanamento reformado e as louças mudaram de posição. “Optamos por usar porta camarão para que houvesse uma melhor integração”, finaliza Fernanda.

Para saber mais, acesse: www.jmaestudio.com.br