04/11/2019 — Texto: Lara Savana | Fotos: Maíra Acayaba

Com 160m², o apartamento da década de 50 é repleto de marcas do tempo que contam sua história

O projeto é assinado pelo escritório SuperLimão, que realizou a reforma no imóvel do clássico edifício Saint Honoré, na Avenida Paulista, em São Paulo. O local ganhou como novos moradores um casal ligado à arte, arquitetura e fotografia, e que buscavam um lar que fosse a cara deles para receber amigos e familiares.

O apartamento apresentava uma arquitetura adequada ao modo de viver da década de 50, e para adaptar as necessidades do casal nos dias de hoje, optou-se por demolir todo o corredor, ampliando a sala e unificando a cozinha e a área de serviço, transformando todos espaços em áreas sociais. O banheiro de serviço virou o lavabo e a despensa se transformou no banheiro de uma das crianças.

Por ser antigo as janelas são generosas em todo o perímetro do apartamento. A vista da sala e dos quartos é a agradável Avenida Paulista. A janela da cozinha e da área de serviço permitem a ventilação cruzada no espaço.

Buscou-se manter o máximo dos acabamentos existentes para valorizar a história do lugar. Na sala, as paredes foram lixadas até chegar nas estruturas. No quarto/escritório as paredes foram descascadas até chegar no tijolinho. Em todo o piso da sala e dos quartos, o escritório optou por manter o taco original.

Para a paleta de cores foram escolhidos tons que dialogam com a época da construção do prédio e com o projeto. O teto rosa queimado com as paredes rústicas e toda a cozinha em tons de azul e piso em granilite e bancadas de concreto pigmentado. Nos interiores a primeira opção foi buscar mobiliários brasileiros, como a cadeira Lúcio e a poltrona Diz do Sergio Rodrigues.

Para saber mais, acesse: www.superlimao.com.br