08/07/2020 — Texto: Larissa Karlovic e P+G Comunicação Integrada | Fotos: reprodução / Pinterest

Especialista da Esalflores indica plantas que podem auxiliar pessoas com dificuldades para dormir, além de ajudar a purificar e umedecer o ar

Cultivar plantas em ambientes internos se transformou em um hobby de muitas pessoas nos últimos meses. Com as quarentenas obrigatórias ou voluntárias, tão necessárias em período de pandemia, muitas pessoas passaram a ficar em casa mais tempo e transformaram a rotina ao incluir atividades estimulantes e desestressantes para tornar a vida em casa mais leve e prazerosa. Além de uma boa distração, ter plantas é uma ótima forma de decorar e trazer mais charme aos ambientes, além de trazer vários benefícios para a saúde.

De acordo com especialistas, ter plantas nos quartos pode melhorar muito a qualidade do sono. “Não há objeções para a presença de plantas no interior de quartos e dormitórios. Inclusive, existem espécies que podem auxiliar na qualidade do sono”, comenta Creuza de Fátima dos Santos, florista da Esalflores, maior rede de floriculturas do país. A especialista preparou uma lista com 7 sugestões de plantas que podem contribuir para um sono melhor!

Babosa: a famosa planta, que pertence a categoria das suculentas, é conhecida pelo seu óleo repleto de vitaminas e nutrientes. Pouca gente sabe, mas ela está entre as plantas mais eficientes em relação a produção de oxigênio no ambiente, por isso, é uma ótima opção para purificar o ar de espaços fechados, entre eles os quartos. Além disso, é uma planta que necessita de poucos cuidados: regas esporádicas e sol diário (recomenda-se coloca-la próxima à janela).

Samambaia americana: a samambaia americana possui a característica de umidificadora natural do ar. É uma planta que se adapta bem a casas, apartamentos e locais de pouca ventilação – desde que sejam bem iluminados. Além disso, gosta de umidade, precisando de regas frequentes para se manter saudável e bonita.

Hera: com folhas verdes escuras e brilhantes, a Hera é uma ótima escolha para decorar e trazer vida aos ambientes. É uma planta fácil de cuidar, que cresce rápido e dispensa podas. Por reduzir a quantidade de mofo no ar, consegue auxiliar muito na minimização de sintomas de alergias respiratórias. No entanto, no caso de ingestão é uma planta tóxica, devendo estar fora do alcance de crianças e pets, pendurada preferencialmente. No mais, é uma planta que se adapta a meia sombra ou sol pleno e exige duas a três regas por semana.

Lavanda: com propriedades relaxantes e tranquilizadoras, a lavanda é umas das espécies de plantas mais indicadas para ambientes internos. Seu aroma delicioso e característico ajuda a reduzir o estresse e a ansiedade, melhorando a qualidade do sono, por isso, é uma ótima pedida para o quarto. Quanto aos cuidados, precisa ser exposta a luz natural pelo menos 6h por dia e ser regada apenas quando a terra estiver seca.

Gérbera: enquanto muitas plantas liberam uma quantidade maior de gás carbônico durante a noite, a gérbera consegue manter a liberação de oxigênio e ainda filtra compostos como benzeno, formaldeído e tricloroetileno, sendo uma ótima purificadora. É uma planta bastante resistente, que se assemelha ao girassol, e com opções de cores vibrantes e intensas, como rosa, amarelo e laranja – além do branco. Quanto aos cuidados, é ideal para ambientes de meia sombra e necessita de duas a três regas por semana.

Crisântemo: tem a característica muito particular de purificar o ar e auxiliar na eliminação das substâncias do tabaco, além de conter piretrina, que faz com que seja uma ótima alternativa para repelir mosquitos, baratas e moscas de forma natural. O ideal é que esta flor fique próxima a janela, pois precisa de luz direta. A rega deve ser feita preferencialmente no período da manhã, evitando molhar a folhagem para não queimá-la, de duas a três vezes na semana, dependendo do aspecto da terra, que deve sempre estar úmida.

Espada de São Jorge: recomendadíssima para melhorar a qualidade do ar por absorver substâncias tóxicas como benzeno, formaldeído e tricloroetilenos. É uma ótima opção para quem não tem muitas habilidades com plantas, por serem fáceis de cuidar e bastante resistentes – são quase imortais. Além disso, estudos mostram que a Espada de São Jorge ajuda prevenir irritação nos olhos, problemas respiratórios e dores de cabeça.

Para saber mais, acesse: www.esalflores.com.br