Texto: Marqueterie | Fotos: Divulgação

A aflalo/gasperini assina o novo projeto da escola internacional Avenues: The World School, em um ponto arborizado e tranquilo no bairro Cidade Jardim, na capital Paulista.

A unidade de São Paulo, com inauguração prevista para agosto de 2018, é a segunda no mundo e será composta de ambientes sustentáveis, agradáveis e que incentivem a criatividade dos alunos.

O desafio do projeto foi transformar uma estrutura existente de um edifício de escritórios em uma escola com programa diversificado, dinâmico e interligado.

A solução do escritório foi o retrofit do prédio com a distribuição das diferentes séries do ensino fundamental e médio nos andares, criando espaços internos que permitem a visualização e circulação entre os pavimentos, para incentivar a comunicação e troca de experiências entre os alunos de diferentes idades.

Para áreas de atividades extracurriculares foi acrescentado um novo edifício adjacente com espaços para teatro, ginásio, um pátio coberto, quadras e praças descobertas.

O diálogo do novo com o existente possibilitou uma maior proximidade e integração entre os andares das salas de aulas e os espaços de uso comum.

A sequência de volumes em diferentes alturas cria um acesso direto a áreas externas em diferentes níveis do edifício, enaltecendo a relação interior e exterior na escola.

As coberturas do edifício – ocupadas com quadras e terraços – possuem vista magnífica do skyline de São Paulo.

“A intenção dos espaços de lazer nas coberturas foi criar uma conexão da criança com a cidade, para que o contato com o ambiente externo seja também usado como espaço lúdico de aprendizado”, explica José Luiz Lemos, sócio-diretor da aflalo/gasperini.

Nos espaços internos foram feitos locais dinâmicos e qualitativos, com um jardim interno, pés direitos duplos, cores e interação lúdica com a arquitetura para oferecer uma dinâmica diferenciada ao projeto.

Nos refeitórios é possível ver as estruturas do local, pensados de modo a instigar e incentivar a curiosidade das crianças, assim como cada detalhe da escola, que tem sua decoração interna assinada pelo arquiteto Dante Della Manna.

“Os trabalhos paisagísticos, arquitetônicos e de interiores formam um tripé essencial para a escola. Eles se complementam e emolduram um ao outro ao trazer qualidade para os espaços” complementa José Luiz.

A fachada realça o contraste da construção existente com a nova. Nas salas de aula, brises horizontais protegem o edifício de iluminação direta e bandejas de luz internas potencializam a iluminação natural.

Nas áreas comuns, chapas de tela metálica perfurada garantem a proteção solar e ventilação natural necessária, além de uniformizar a volumetria e conferir um caráter contemporâneo à arquitetura.

— www.aflalogasperini.com.br