Texto: Sandro Prezotto | Fotos: Elson Yabiku

No incrível projeto de reforma, em um imóvel construído em Itapetininga (SP) na década de 70, a arquiteta Claudia Bruno (CAU A23847-3) promoveu a total remodelação dos espaços, proporcionando aos moradores mais conforto em áreas reduzidas e conferindo charme e elegância, além da praticidade com a integração dos ambientes.

Os moradores buscavam ter espaços práticos e sofisticados para receber a família em momentos de lazer.

“Com esse partido, criei espaços integrados com ambientes em áreas pequenas e defini o mobiliário para que eles tivessem uma circulação confortável e permanência agradável sem que um ambiente tirasse a privacidade do outro”.

Por ser uma reforma, o estrutural limitou um pouco a criação das novas áreas.

“Foi desafiador elaborar o planejamento de cada um dos espaços para a nova família. Mas com estudos minuciosos e muita paciência o resultado foi bastante elogiado”.

A residência adota um estilo clássico com uma releitura e estilização de desenhos minuciosos nos peitoris das janelas, nos portões de acesso, nas calhas de moldura trabalhadas nas coberturas e nas esquadrias (para portas e janelas), que saem da altura padrão, ou seja, foram pensadas mais altas, já que o pé direito proporcionava essa implantação.

“Também inclui pérgolas e outros elementos que favorecem uma melhor iluminação e ventilação dos ambientes”.

À entrada, bastante discreta, somos recebidos por um jardim muito elegante.

“É uma área pequena, mas bem charmosa. O paisagismo foi pensado com elementos leves, em um jardim sinuoso para demarcar o acesso aos ambientes da casa. O pergolado, que já existia na edificação, foi mantido por ser um elemento muito forte que caracterizava o imóvel”.

O lavabo é um luxo à parte.

“Por ser uma área compacta e que se integra com a circulação das salas e do escritório, ele foi planejado com muito carinho. A iluminação e os acabamentos com papel de parede, pedras nobres e rodapés em pedra, conferem a sofisticação desejada”.

Na área social, há uma discreta separação visual entre Living e sala de Jantar, mas os espaços permanecem integrados.

“Como não são ambientes muito amplos, quis conferir harmonia e leveza optando por trabalhar a integração através do mobiliário”.

Cozinha e gourmet se fundem em uma parceria que gera um estoque inesgotável de ideias.

“Antes, ali ficava uma continuação da garagem. Agora, com elementos de destaque, o espaço se tornou um local agradável e prazeroso para se receber. A cozinha se integra perfeitamente para atender ao dia a dia da casa, bem como dias de festas e convidados”.

A nova garagem, totalmente remodelada, serve como salão de festas, ampliando a praticidade deste espaço.

Na área externa, a iluminação foi planejada para complementar o paisagismo em vasos, destacando pontos específicos de passagem e integração dos demais ambientes.

“Dos quartos, através das janelas, é possível enquadrar o muro como um painel que recebe os olhares para o novo e casual”.

Nos dormitórios, projetados para o casal e para receber a filha e os netos, a arquiteta procurou criar uma atmosfera agradável e confortante. O piso em madeira, junto ao mobiliário na cor mel, a leveza dos acabamentos e demais detalhes conferiram sofisticação a cada um deles.

Entre os acabamentos selecionados, destaca-se o porcelanato nas áreas sociais, cozinha e banheiros, madeira para os quartos e closet. O revestimento em pastilhas com acabamentos em mármore branco e granito café imperial foi a opção para os banheiros e a cozinha. Os revestimentos nas paredes da garagem e entrada social são feitos em pedra São Tomé, com a aplicação de um mosaico chamado labirinto.

Claudia também destaca o projeto de iluminação, que ajudou a valorizar os espaços.

“Quando bem pensada e avaliada, ela confere harmonia e relaxamento a alguns ambientes, como também praticidade e atenção em outros. As peças foram escolhidas para valorizar as atividades desenvolvidas em cada local da casa”.