12/05/2017 — Texto: Sandro Prezotto | Fotos: Elson Yabiku

Uma vez disseram que o melhor de viajar é o momento de voltar para casa.

Seja a passeio ou a trabalho, não há nada melhor do que chegar ao nosso lar e reencontrar aquele cantinho que nos ajuda a recarregar a bateria, a descansar o corpo e a alma, na companhia das pessoas que mais amamos, e nos preparar para recomeçar a jornada no dia seguinte. Foi pensando nisso que a arquiteta Manoela Lustosa criou, neste projeto, um refúgio perfeito para os seus clientes, um casal que viaja bastante e deseja encontrar paz e tranquilidade quando retorna para casa depois de uma semana de trabalho.

O projeto do apartamento tem um conceito contemporâneo, mas mantendo sempre o conforto e funcionalidade em todos os ambientes.

“O objetivo era criar ambientes onde eles pudessem se sentir à vontade para receber os amigos em um espaço amplo. Meu cliente fez poucas exigências, como um cantinho para um altar católico, espelhos em todos os cômodos e muitos elementos na cor vermelha. A filha do casal, que mora com eles, também fez dois pedidos: um local adequado para os sapatos e que seu quarto tivesse um toque clássico”, contou Manoela.

Segundo ela, o maior desafio foi mesclar o gosto da família por itens rústicos com o estilo contemporâneo, mas com o desenvolvimento do projeto tudo foi se encaixando.

“O planejamento começou a partir da cozinha e para projetá-la meus clientes me contaram tudo: como costumam fazer as refeições, os tamanhos dos utensílios, como costumam usar este espaço… Nas áreas sociais, procurei elaborar ambientes confortáveis, com espaço para todos se acomodarem e relaxarem”.

O hall de entrada recebeu uma porta em madeira de demolição, com acabamento brilhante e rústico. Um aparador, com linhas sutis, expõe alguns itens de decoração. Os espelhos e os rodapés altos ajudam a alongar o espaço. Para atender com elegância a mescla de itens rústicos com contemporâneos, Manoela optou por materiais em tons neutros no piso, na parede e mobiliários, para que a cliente pudesse, com o passar do tempo, dar seu toque pessoal.

“Com isso, permitimos que o cliente transforme o visual mudando apenas a decoração. Isso pode ser feito trocando os xales, as almofadas, os artigos decorativos e os tapetes”.

Para a sala de estar, Manoela escolheu móveis em madeira, como a mesa de centro, que é uma bolacha de tronco de árvore, além do aparador, também em madeira. Para completar, ela escolheu um tapete em tons vibrantes, mas com o toque macio da lã. No home, um grande móvel foi projetado em laca branca para ocupar toda a parede. Em um painel falso e nos gavetões, são guardados os álbuns de fotografia da família. Na parte inferior, um espaço reservado para equipamentos de vídeo e TV.

“A bancada foi feita de uma tora de madeira, com acabamento brilhante, mas mantendo a forma orgânica do tronco. Escolhemos também um sofá confortável, um delicioso tapete felpudo e a mesa de centro em vermelho e espelho”.

Na sala de jantar, uma grande mesa redonda em laca brilhante dá alegria às refeições. As cadeiras largas garantem a comodidade.

“Também projetei um pequeno aparador, em laca brilhante colorida, para guardar alguns itens que são usados nos jantares e servir como apoio. Ao fundo, a parede recebeu revestimento cimentício, que cria um relevo chamativo e sutil no ambiente”.

Ainda na área social, o lavabo recebeu um grande espelho para ampliar a sensação de espaço.

“Finalizei com pastilhas dando um acabamento no canto das paredes e com um papel de parede com cores vibrantes, pois vejo este espaço como um local para soltar a imaginação e perder o medo do exagero”.

A suíte principal recebeu cabeceira estofada em tecido, além de dois criados mudos com designs diferentes entre si. O painel com aparador serve de mesa de trabalho e penteadeira. No quarto da filha, escolhemos itens que lembram sua profissão, de designer de moda. O guarda-roupa é amplo o suficiente para acomodar suas roupas e acessórios.

“Fiz uma mescla de materiais, usando laca, piso de madeira, tapete de pele de vaca e painel de TV revestido com papel de parede. Nos quartos, usamos piso de madeira para dar aconchego”.

A varanda, projetada para receber os churrascos em família, foi fechada com painéis de vidro, que se abrem quase que totalmente. O lindo visual da cidade é convidado para entrar na casa, compondo o cenário para um delicioso fim de tarde.

“O fechamento de vidro permitiu o uso do espaço durante o ano inteiro, pois impede que o vento forte entre. O mobiliário, todo em madeira, dá um aspecto de área externa e separa a varando visualmente da sala de estar, que esta próxima”.

“Para a iluminação, criamos a luminosidade adequada para cada situação. Os pendentes dão um toque especial na decoração e alguns pontos receberam uma iluminação mais pontual e funcional”.