02/06/2017 — Texto & Fotos: dc33 Comunicação

O conceito deste projeto, da arquiteta Viviane Gobatto, desde o início era ser bem minimalista.

O local possuía uma laje colmeia, então Viviane pensou em manter seu estado original, sem nenhum tipo de tratamento ou verniz. Isso trouxe um ar rústico de forma bem sutil para o espaço.

A ideia foi revestir todas as paredes de cimento queimado para acompanhar a rusticidade da laje. Algumas paredes também foram revestidas de tijolo. Um grande desafio foi posicionar toda a iluminação com os conduites aparentes, foi então que surgiu a ideia de transformar as lâmpadas T5 em luminárias bem fininhas para deixar o visual bem clean e organizado.

A pedido do cliente, a área de trabalho foi completamente integrada, foram projetadas grandes mesas que permitem que todos os funcionários possam trabalhar num mesmo local.  As divisões ficaram apenas nas salas de reuniões, onde foram colocadas divisórias de vidro acústicas. Para um clima mais descontraído, as paredes foram preenchidas por tijolos e um letreiro neon.

Outro pedido foi a criação de uma área de descompressão, que fosse uma mistura entre copa e uma área de lazer. Foram colocadas algumas mesas para refeições, uma bancada com banquetas para um café e um sofá de pallets.

Para o mobiliário a escolha foi por peças design, todas em tons neutros que variam entre o preto, o cinza e o branco. Dois enormes grafites do artista Zezão trouxeram um toque de cor para a área de lazer e de trabalho.  O desejo era por uma obra de arte simples e impactante. A escolha foi perfeita, pois deixou o clima jovem e bem urbano.

www.vivianegobbato.com.br