04/07/2017 — Texto: Mafer Comunicação | Fotos: Evelyn Müller

Muitas pessoas evitam o preto na decoração, por acreditar que a tonalidade é uma cor pesada e que deixa o espaço escuro e triste. Mas a arquiteta e designer de interiores, Ana Rita Sousa e Silva mostra como o preto pode ser o coringa do design.

Quando se pensa em decorar ambientes e definir as cores que irão compor o espaço, poucas pessoas escolhem o preto. Muitos acreditam que a tonalidade é pesada, pode escurecer o projeto ou proporcionar a sensação de que é menor, deixando-o sombrio e triste. Mas a arquiteta e designer de interiores Ana Rita Sousa e Silva, que comanda o escritório AR Arquitetura & Design, mostra em seus projetos que o preto, quando é bem utilizado, garante elegância e modernidade a qualquer cômodo.

Por ser uma cor básica, Ana Rita utiliza-a muito em seus projetos, mas sempre mantendo um equilíbrio com a composição geral para não criar ambientes pesados.

“Sempre usei muito o preto na decoração, pois normalmente, deixa os projetos mais sofisticados e atemporais, pois é uma cor que nunca sai de moda”, afirma.

Normalmente, esta tonalidade é utilizada em projetos corporativos e comerciais. Já nos residenciais as pessoas acreditam que deve ser evitada. Para Ana Rita, o preto pode contribuir no design de ambientes residenciais. Por exemplo, nos projetos mais clássicos, ela recomenda que a cor se misture com tons mais beges e amadeirados. Já nos modernos, pode ser usado com tons de branco, cinza e cores mais vibrantes.

O único cômodo onde a arquiteta evita aplicar preto é nos quantos infantis, pois acredita que é uma cor que traz muita seriedade, o que exige uma certa maturidade para ser utilizada.

www.ararquiteturadesign.com.br