14/08/2017 — Texto: Sandro Prezotto | Fotos: Divulgação

Um ambiente multifuncional que preza pelo uso consciente dos materiais, com foco em uma marcenaria inteligente com design autoral.

Essa foi a missão dada ao arquiteto e designer Pedro Galaso, que deveria dar uma nova roupagem à garagem da casa, fazendo com que ela assumisse a função de área de lazer da residência, localizada em um condomínio da zona oeste do Rio de Janeiro.

“Eu deveria projetar um ambiente múltiplo onde os filhos, um casal de jovens rapazes, pudessem receber os amigos para beber e conversar, uma área de leitura para o marido, uma sala de TV paralela à da casa, uma miniacademia para e uma área para a proprietária cultivar suas plantas. Tudo isso em 34 m²”, contou Pedro.
“Nosso maior desafio foi unir todos esses itens em um único ambiente”.

A solução foi criar uma estante pivotante que, ao mesmo tempo em que segrega os ambientes, ela os une, pois sua forma é vazada, dando a visibilidade de todo o ambiente.

“Na parede oposta, criamos uma marcenaria que liga a sala de um ponto ao outro, unindo a área de leitura do marido com a de jardinagem, criando assim, nesse lado oposto à sala e academia, uma área com um clima mais zen”.

O arquiteto mostrou que é possível integrar ambientes e ainda prezar pelo conforto, mobilidade e otimização dos espaços. Os ambientes foram separados e integrados por um único mobiliário multifuncional, uma estante escultural e exclusiva, toda em laca azul.

“Adotamos um estilo mais contemporâneo, aproveitando algumas peças já existentes na casa. Para os revestimentos, optamos de início pelos revestimentos naturais pelo conforto térmico.
Como existe uma fachada cega para o norte, bloqueamos totalmente o sol e deixamos o local com uma temperatura agradável.
Colocamos também umas cerâmicas que imitam o concreto armado e o tijolinho, que além de serem a melhor opção em relação à temperatura do ambiente, são materiais mais em conta. Para o piso, escolhemos uma cerâmica que imita madeira de demolição”.

Para o projeto de decoração, Pedro privilegiou os móveis existentes, adicionando alguns novos para fazer a composição.
“A marcenaria, na cor azul, foi indispensável para fazer o elo entre as novidades e os itens que já estavam na casa. Os grandes carretéis foram reaproveitados para fazer a área do jardim. No painel em cumaru, que fica atrás do sofá, projetamos uma iluminação indireta, que fica um charme para uma boa conversa a dois”.

Com relação ao projeto de iluminação, foi elaborado um estudo completo a respeito da insolação da casa.
“Para o sol da tarde não ofuscar a visão de quem está lendo ou assistindo à TV, a estante pivotante foi posicionada estrategicamente para bloquear essa incidência solar, dando um conforto visual eficiente.
Com isso, repensamos a iluminação, usando lâmpadas de led fluorescente 4500k, uma luz mais fria, para a área em que o sol vem mais amarelo.
Do outro lado, onde o sol vem mais distante e menos amarelo, usamos lâmpadas fluorescentes de led 3000k, lâmpadas mais amarelas. Com isso, equalizamos os tons de luz criando um ambiente confortável tanto para uma leitura, quanto para uma conversa entre amigos”.

www.studiowdg.com