Texto: dc33 Comunicação | Fotos: Julia Ribeiro

Com intuito de proporcionar bem-estar e estimular o convívio em família, a designer de interiores Daniela Berland Cianciaruso se mudou com o marido e os dois filhos pequenos para um dúplex de 250 m², em um prédio com apenas oito andares assinado por Gui Mattos, localizado na Vila Madalena, SP.

Com um toque escandinavo, o apartamento tem assoalho de madeira clara, que já existia no local, bem como os armários da cozinha e a mesa de jantar de madeira maciça, que foi envernizada. Tudo foi deixado pelo antigo morador. A base é neutra, os móveis são atemporais, há muitas obras de arte, peças de família e móveis de design.

O Living, completamente integrado à cozinha, recebeu móveis de design e é privilegiado por uma generosa iluminação natural.

Sobre o bufê Cercadinho, feito com ripas de diversas madeiras, uma luminária trazida de viagem e peças de madeira. Na parede, a tapeçaria de Jean Gillon, que pertenceu ao pai de Dani.

Do projeto original de Gui Mattos, a laje extrudada recebeu a mesma cor das paredes, misturinha de creme e cinza. Poltronas Oscar, de Sergio Rodrigues, e mesa de centro de laca brilhante, de Jader Almeida, compõem o ambiente.

O lavabo tem o mesmo assoalho da sala e espelho veneziano. Na parede, prateleiras Corniches, de Ronan e Erwan Bouroullec.

A cozinha ganhou em elegância com a bancada Corian e armários com acabamento fosco.

Revestida com piso metálico pintado de vermelho, a escada dá acesso ao andar inferior do dúplex. Ali embaixo é o território das crianças onde estão o dormitório com suíte, compartilhado pelo casal de filhos da designer, o quarto de brincar e a área de estudos.

O quarto do casal tem closet, suíte e muita luminosidade natural. Além da cabeceira de algodão, peseiras e as banquetas Mole, de Sergio Rodrigues. As obras de arte são de Tito Alencar.

O banheiro do casal tem bancada de mármore piguês e cubas individuais. O piso cimentício dá um toque de modernidade à decoração.

Díptico
www.diptico.net