Texto: BG Assessoria de Imprensa | Fotos: Divulgação

Simplicidade, linhas fluidas e predominantemente retas, o aspecto mais clean e a cara de moderno são algumas das características de uma decoração contemporânea. Elas seguem as tendências que vieram a partir dos anos 50.

Segundo os arquitetos Alexandre Weiss e Nelson Machado, do escritório curitibano Machado & Weiss Arquitetura e Interiores, se destacam entre elas a integração, o conforto e a funcionalidade, com móveis espaçosos e superfícies mais lisas.

“Móveis com linhas retas trazem mais flexibilidade, costumam ser funcionais e confortáveis”, detalha Weiss.

Os profissionais são adeptos do estilo, e dão a seguir dicas para a casa ficar moderna, sem deixar de ter personalidade.

Esta sala é totalmente integrada: salas de estar, TV, jantar e a cozinha. Para a divisão parcial entre o estar e a sala de TV foi desenhado um painel, que além de abrigar um discreto armário, tem um suporte giratório para a TV – que pode ser compartilhada também com a sala de jantar, ao lado.

No estar, o aparador tem dupla função: também abriga um teclado (instrumento musical), uma das paixões do jovem médico, dono do apartamento.

Vidro, pedras, cimento, metais e madeiras continuam sendo os protagonistas, mas a variedade de acabamentos pode ser enorme, sem, no entanto, deixar de considerar o conforto. Os tons neutros predominam, mas sempre há espaço para cores. Os papeis de parede ou revestimentos diferentes podem trazer mais personalização.

“O ambiente clean facilita a harmonização dos elementos, permite ousar mais nas cores das peças decorativas, que acabam personificando mais o ambiente”, explica Machado, que também é designer de interiores.

Para compor a sala de estar foram escolhidos tons neutros e móveis confortáveis, com design clássico; a obra de arte na parede ganha destaque com as cores vivas.

A sala de TV com tons neutros e mais escuros dá a sensação de aconchego. A sofisticação fica por conta das peças de decoração distribuídas no painel em marcenaria e na mesa de centro com linhas retas.

A organização também se tornou ainda mais importante na percepção da decoração, e as formas geométricas se fazem bastante presentes nesse contexto. Quanto aos objetos decorativos e a mobília, em geral, a dica é “menos é mais”.

“Não adianta ter uma bancada ampla, ou uma estante mais básica, e encher de objetos de decoração. O ambiente pode ficar pesado, por isso escolha bem as melhores peças de decoração”, alerta Weiss.

A suíte com tons neutros e toques de azul tem uma bancada funcional abaixo da TV, com poucas, mas charmosas peças de decoração, combinadas com as cores da roupa de cama.

Na cozinha integrada com a sala de jantar, a base neutra recebeu algumas peças coloridas e a iluminação artificial distribuída em diversos pontos de destaque.

Outro aspecto importante é a maior valorização da luz natural, com grandes aberturas em vãos e janelas. Já a iluminação artificial acaba sendo orientada a destaques pontuais.

“Procuramos criar cenários nos nossos projetos, para que a pessoa possa escolher a intensidade e o tipo de iluminação que deseja, conforme a ocasião”, conclui Machado.

Machado & Weiss Arquitetura e Interiores
www.machadoeweiss.com.br