Texto: BG Assessoria de Imprensa | Fotos: Marcelo Brum

Localizada na cidade de Santa Maria (RS), a Moon Nightlife é o mais novo projeto assinado pelo Studio Guilherme Bez. A primeira casa noturna brasileira a possuir telhado verde apresenta ao todo 1000m².

A grande inspiração para o projeto foi a própria natureza exuberante de diversas plantas e árvores, que existem no entorno da boate. Para o designer Guilherme Bez, o conceito surgiu com a proposta de que as pessoas tivessem a experiência de fazer parte de algumas situações que acontecem na natureza, mas envolvendo música e diversão.

“Um conceito orgânico, sinuoso, natural é mesclado com formas geométricas hexagonais dão uma sensação de movimento e ao mesmo tempo mostra uma estrutura reforçada, poderosa”, explica o designer.

Além do telhado verde, toda a decoração e o piso em formato de colmeia com um desenho personalizado de mel escorrido criam uma experiência única na Moon.

Para Guilherme Bez, o maior desafio foi criar um layout agradável para o público se divertir e ao mesmo tempo ter um fluxo confortável para as pessoas se locomoverem e, em uma necessidade de evacuações, em caso de emergências. A casa é 100% acessível para PNE, com rampas internas e externas, caixa PNE, espaço de atendimento PNE nos bares e banheiros.

“Pela casa noturna ser em Santa Maria, onde aconteceu a grande tragédia da boate Kiss, todos os passos do projeto foram um desafio, pela a exigência dos bombeiros e prefeitura para ficarem bem adequados”, afirma Guilherme.

O projeto foi dividido em áreas onde cada uma possibilita uma experiência diferenciada para o público.

“Temos a entrada, estacionamento próprio arborizado e iluminado para 300 carros sinalizados para cadeirantes e idosos. Uma grande área de embarque e desembarque com um pergolado e vidro saindo de dentro de um espelho d’água iluminado”, ressalta Bez.

O hall de entrada possui uma grande pele de vidro com tecido (pé direito duplo) toda iluminada. Ripados de madeira para os caixas e paredes. Um túnel que conecta a entrada com a pista principal e neste espaço obra realizada pelo artista plástico Fábio Panone Lopes, no qual foi criado um grafite com milhares de borboletas de diversos tamanhos em tons azuis. Estas refletem com um grande espelho no teto criando uma imersão de borboletas e pétalas infinitas.

O grande destaque vai para a pista central (A Colmeia) onde temos os bares, paredes e teto em formas hexagonais retro iluminadas com o visual externo da natureza através de grandes aberturas em vidros. Em duas delas existem duas cascatas que caem no espelho d’água do deck externo iluminado. A passagem para o deck é composta por um piso de vidro onde embaixo é água.

Studio Guilherme Bez
www.guilhermebez.com