08/03/2017 — Texto: Sandro Prezotto | Fotos: Andrea Martiradonna

Elle Maison é uma residência particular nos arredores de Genebra (Suíça), localizada em um planalto de onde é possível ter uma vista incrível da cidade e do lago local.

Os proprietários são um casal que resolveu se mudou recentemente da Itália por uma excelente proposta de emprego. A casa é o refúgio deles, depois de um dia cansativo de trabalho. Genebra fica a 10 km. Da casa, é possível apreciar o Mont Blanc e os Alpes.

O projeto (com área total 830 m² e área construída de 247 m²) tem seu plano principal orientado no sentido norte-sul, mas a fachada da construção se projeta em diferentes eixos.

A construção é desenvolvida em três níveis: o primeiro e o segundo andar para serem vividos, o piso do porão é projetado como uma garagem com duas vagas de estacionamento. O primeiro andar é dedicado ao espaço de estar com a cozinha, living, um banheiro e um quarto de hóspedes, enquanto o andar superior é dedicado ao espaço de dormir com uma suíte máster, closet e um studio.

Os diferentes níveis são ligados por uma escada de concreto, pavimentada por pedras de quartzo branco brilhante, em um único espaço aberto da entrada até o telhado. Nesta área, uma lareira recebe os hóspedes da família.

No telhado foi criado um espaço de jardim de sedum (plantas da família das suculentas), que ajuda a reduzir o impacto no ambiente e melhora a eficiência energética da residência.

Um cuidado especial também foi direcionado para o verde externo, em torno da casa, desenvolvido em diferentes tipos de canteiros. Ao longo das escadas exteriores que levam até o living, foram dispostas três grandes caixas de flores feitas de aço corten,com árvores, arbustos e lavandas para trazer ao jardim sensações olfativas e cromáticas encantadoras.

Todos os pavimentos externos de terraços são feitos de pedras cinzentas de quartzo com um guarda-corpo contínuo de vidro cuja estrutura está escondida debaixo do piso do terraço.

A construção inclui ainda grandes painéis com vidros duplos e molduras de madeira, que se abrem para a vista da paisagem local. “A transparência da casa vem do espírito de liberdade dos proprietários”, declarou Duilio Damilano, da Damilanostudio Architects, responsável pelo projeto.

www.damilanostudio.com