03/08/2017 — Texto: Sandro Prezotto | Fotos: Divulgação

Feitos em madeira, os painéis de brise são dispositivos que ajudam a reduzir a temperatura interna das edificações e têm grande valor estético, criando um novo visual e mais bem-estar.

Para controlar a incidência de luz, garantir o conforto térmico ou somente para dar um novo estilo à sua casa. A verdade é que os painéis de brises chegaram para ficar.

Se você ainda não adotou esse recurso da arquitetura para seu projeto, saiba que ele pode ser ainda mais útil e bonito do que você pensar. O nome vem da expressão francesa ‘brise-soleil’, que significa algo como quebra-sol.

Um dos símbolos da chamada arquitetura moderna, sua criação (ou primeira aplicação) é creditada ao arquiteto franco-suíço Le Corbusier. Sua Unidade de Habitação de Marseille (Unité d’Habitation) utiliza com destaque esse dispositivo.

“Nada mais são do que painéis vazados feitos com réguas intercaladas. Sua função principal seria de proteger e coibir a incidência direta de raios de sol na parede externa de uma edificação, reduzindo por consequência o calor dos ambientes e valorizando o projeto onde ele é colocado”, declarou Mauro Cezar, Administrador da Madeira & Arte, empresa especializada em portas, esquadrias sob medida e diversos outros itens produzidos a partir da madeira para construção e decoração.

“Normalmente instalados em fachadas e janelas que sofrem essa insolação mais direta e intensa, os brises são feitos em madeira dura, como Cumaru, Ipê e Itaúba. Por ficarem expostas à umidade e ao sol, estas são madeiras mais aconselhadas, pois empenam e trincam com mais dificuldade”, acrescentou.

Segundo Mauro, os brises podem ser feito em qualquer largura, desde que tenha uma compensação na espessura de cada régua. Ou seja, quanto mais larga a régua, maior sua espessura.

“Se a madeira tiver de 2 a 5 cm de largura, a espessura deve ser de 2 cm; de 5 a 10 cm de largura, a espessura deve ser de 3 cm; de 10 a 15 cm de largura, a espessura deve ser de 5 cm. Tudo depende ainda dos pontos de apoio para fixação. O espaçamento entre as réguas também é variável, dependendo da aplicação e do visual desejado para o painel”.

Em média, em um painel externo, desde que seja feita a manutenção adequada, tem vida útil de mais de 40 anos. “Externamente, nós utilizamos o verniz Polideck, sugerindo uma aplicação de 2 a 3 demãos, a cada dois anos”.

Instalação

Para o processo de instalação do painel de brises, existem duas opções.
“Uma é através de fixações pelo lado aparente, como pinos, pregos e parafusos, mas não é o mais aconselhável, pois esses materiais podem sofrer corrosão e impregnar a madeira. A forma mais indicada é fazer essa fixação embutida. A estrutura para receber o painel pode ser feita em madeira, aço ou alumínio, dependendo do tipo do brise”.

“Os painéis de brises podem valorizar e transformar o projeto de fachadas residenciais e comerciais, ou em qualquer outro ambiente onde ele for instalado. Mas para conseguir o efeito desejado, é sempre interessante ter o acompanhamento de um decorador ou arquiteto e contas com profissionais capacitados para trabalhar com esse material”, finalizou.


Especializada em esquadrias sob medida e produtos diferenciados para sua obra, com know-how para transformar seu projeto em realidade, a Madeira & Arte conta com mão de obra especializada, tanto para fabricação quanto para a realização de serviços externos. Com foco no meio ambiente e sustentabilidade, a empresa trabalha apenas com madeiras Certificadas (DOF) de origem aprovadas pelo Ibama e faz descarte adequado e seletivo dos resíduos.

Endereço
Av. Ipanema, 4.626 – Sorocaba-SP

www.madeiraearte.com

Contato
(15) 3223-6224

Celular e WhatsApp:
(15) 97402-2923